Feminicídio: Homem é preso acusado de matar a ex-companheira com 17 facadas no Jorge Teixeira

Segundo a polícia, o homem teria assassinado a ex-companheira após uma crise de ciúmes e por não aceitar o fim do relacionamento

Um homem identificado como Humberto Canizio Freitas Alves, 54, suspeito de matar a ex-companheira, Liliane Oliveira Monção, 34, com cerca de 17 facadas, foi preso na noite dessa segunda-feira (13) na rua A, comunidade Bairro Novo, no bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus.

Os policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informaram que o caso aconteceu na rua Surubim, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da capital, por volta das 20h. A morte de Liliane Oliveira teria sido motivada por uma crise ciúmes de Humberto, pois segundo a polícia, ele não aceitava o fim do relacionamento com a mulher.

Eles estavam dentro do quitinete onde morava. Após esfaquear a ex-companheira, ele a enrolou em um lençol. A polícia informou que Humberto perseguia Liliane, mesmo com o término do relacionamento.

O homem tentou fugir, mas acabou sendo espancado pelos populares, que utilizaram pedras e barras de ferro. Ele foi conduzido ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona Leste de Manaus, e recebeu voz de prisão dos policiais militares da 30ª Cicom após receber atendimento médico.

Já Liliane não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. Os familiares ficaram desesperados com a cena encontrada no quitinete onde o casal morava. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo de Liliane Oliveira.

Humberto foi conduzido à Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) e deve responder pelo crime de homicídio após passar por audiência de custódia.