Feminicídio: Homem leva esposa morta ao Samu alegando que vítima estava com falta de ar

Foto: Reprodução

A industriaria Viviane Araújo de Sena, de 34 anos, se tornou mais uma vítima de feminicídio na noite dessa quinta-feira (18). O caso aconteceu na rua Senador Fábio Lucena, bairro Mauzinho, zona Sul de Manaus. O principal suspeito é o marido dela que não teve o nome divulgado, mas já está preso.

De acordo com a Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 21h. Aos policiais, o suspeito disse que acordou com a mulher passando mal e resolveu pedir ajuda de uma cunhada, que mora próximo. Eles levaram Viviane para a sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na mesma zona.

Ainda segundo a equipe policial, a médica do Samu ao avaliar a vítima, a equipe do Samu constatou que Viviane estava morta e com várias marcas na região do pescoço. Além disso, o marido dela também estava com arranhões pelo corpo. Diante das observações, ela acionou a polícia.

Os policiais militares então detiveram o marido de Viviane, que alegou não ter matado a mulher. O suspeito foi levado para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde prestou depoimento.

O corpo de Viviane foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). Após o exame de necropsia, foi constatado que ela morreu por estrangulamento. O caso será encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).