Feminicídio: mulher é encontrada com golpes de terçado na cabeça e peito no AM

O crime ocorreu em um sítio que era de propriedade da vítima

O principal suspeito do crime é o marido. –Foto: reprodução

Mais um caso de feminicídio foi registrado no Amazonas, dessa vez no município de Borba (a149 km da capital), onde Hecleciane Gonçalves Corrêa de 40 anos foi morta brutalmente com golpes de facão (terçado). O corpo da vítima foi encontrado em uma área de mata nessa segunda-feira (27).

De acordo com informações da polícia, o crime ocorreu em um sítio que era de propriedade de Hecleciane e do principal suspeito do crime, seu marido identificado apenas como ‘Masinho’. Eles tinham um relacionamento de dez anos e brigavam com frequência.

O corpo da mulher foi encontrado com diversas marcas de  terçadas na cabeça  e no peito, o que aponta para um crime com requintes de crueldade.

Em vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o momento em que familiares da vítima encontram o cadáver e entram em desespero.

Feminicídio

O feminicídio é o homicídio praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher (misoginia e menosprezo pela condição feminina ou discriminação de gênero, fatores que também podem envolver violência sexual) ou em decorrência de violência doméstica.

A lei 13.104/15, mais conhecida como Lei do Feminicídio, alterou o Código Penal brasileiro, incluindo como qualificador do crime de homicídio o feminicídio.

O Brasil é considerado o quinto país do mundo com maior número de feminicídios. No Amazonas, foram registrados 14 casos do crime entre 2021 e 2020, conforme aponta a Secretaria de Secretaria Pública do Amazonas (SSP-AM).

O número parece baixo, mas é preciso considerar que a SSP não disponibiliza os dados de 2019. Além disso, existe a margem de erro de subnotificação dos casos, quando os crimes não são lidos com as problemáticas que configuram um feminicídio.

Confira o vídeo