Festa de Réveillon em Manacapuru é cancelada devido à variante Ômicron

Com isso, Manacapuru se junta a cidades como Belo Horizonte, Salvador e São Paulo que decidiram cancelar a festa

manacapuru réveillon

Foto: Reprodução

Devido ao surgimento da variante Ômicron, do novo coronavírus, a Prefeitura de Manacapuru, distante a 70 quilômetros de Manaus, decidiu cancelar a festa de Réveillon. A decisão é do prefeito Beto D’ângelo (Republicanos) e foi anunciada na manhã desta quinta-feira (2) nas redes sociais.

“Após uma reunião com a equipe da secretaria de saúde, analisando o surgimento de uma nova variante do Corona Vírus e a preocupação com um possível aumento de casos no município, o prefeito Beto D’Angelo decidiu não realizar a festa de réveillon em Manacapuru”, diz o comunicado.

Foto: Reprodução/Facebook

Com isso, Manacapuru torna-se o primeiro município do Amazonas a cancelar o evento por causa da nova cepa. Além disso, se junta a cidades como Salvador, Belo Horizonte e São Paulo que optaram pelo cancelamento do Réveillon devido à variante Ômicron.

O Brasil já registrou três casos confirmados por Covid-19 oriundas da nova cepa. Vale ressaltar que o terceiro caso confirmado da variante Ômicron Trata-se de um passageiro de 29 anos vindo da Etiópia e que desembarcou no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos (SP), no último sábado (27). Na ocasião, ele testou positivo para Covid-19.

Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), o Amazonas registrou 123 novos casos por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 430.073 casos da doença no estado. O boletim também confirmou duas mortes pela doença, ambas em Presidente Figueiredo, no interior do Estado, após investigação, elevando para 13.805 o total de óbitos.

Enquanto isso, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), tem até o dia 12 de dezembro se vai manter a realização do Réveillon na capital amazonense. Vale ressaltar que, para 2021, o cantor Luan Santana será atração nacional do evento.