Festa do Quilombo de São Benedito teve participação especial do boi Caprichoso

A tradicional festa do Quilombo de São Benedito, que acontece há 128 anos na comunidade da Praça 14 de Janeiro, zona sul de Manaus, foi realizada nesse domingo (8). Com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a festa contará com os grupos de dança de tradição maranhense “Tambor de Crioula” e “Maracatu”, além da participação especial do Boi-Bumbá Caprichoso. O acesso ao evento é gratuito.

Os festejos terão início com a procissão que percorrerá as ruas Japurá, Jonathas Pedrosa até a rua Tarumã, onde haverá a missa em louvor a São Benedito, na igreja de Nossa Senhora de Fátima. Após a celebração, a procissão voltará para o ponto de partida, percorrendo as ruas Jonathas Pedrosa, Ramos Ferreira, Emílio Moreira e Japurá.

Após o término da procissão, haverá a cerimônia de derrubamento do mastro e a distribuição de pratos como vatapá com arroz e salgados que serão feitos por moradores da comunidade, além de água, refrigerante e a bebida tradicional da festa, o aluá. Na ocasião, haverá também manifestações culturais com os grupos de dança de origem maranhense “Tambor de Crioula” e “Maracatu”.

A novidade deste ano será a participação do Boi-Bumbá Caprichoso que, a convite dos organizadores, fará uma apresentação especial na festa. “Este ano, participamos da gravação do DVD ‘Sabedoria Popular: uma revolução ancestral’, do Caprichoso, que aconteceu no Teatro Amazonas e, na ocasião, retribuímos com o convite para eles participarem dos festejos de São Benedito. Eles aceitaram na hora e nos sentimos muito honrados por isso”, conta Jamily Souza, uma das organizadoras do evento.

Sobre o quilombo

O Quilombo do Barranco de São Benedito é o segundo quilombo urbano do Brasil. Recebeu esse título em outubro de 2014. Iniciada por Dona Maria Severa Nascimento Fonseca, a comunidade – que permanece no mesmo lugar, há mais de cem anos – é formada a partir de famílias vindas do Maranhão, descendentes de escravos e que vieram para trabalhar em Manaus, principalmente na construção de prédios, hoje considerados históricos (como o Teatro Amazonas).

O Quilombo de São Benedito também é considerado Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Amazonas. O título foi concedido pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), em 2015.

Serviço: Festa do Quilombo de São Benedito

Data/hora: 8 de abril, domingo, a partir das 17h30

Local: Quilombo do Barranco de São Benedito – Rua Japurá, Praça 14 de Janeiro

Acesso: Gratuito