Festival de Cultura Surda traz debates sobre a arte e a vivência dos surdos

Foto: Reprodução

De 3 a 8 de novembro, o Festival de Cultura Surda dá destaque à vivência e à arte de pessoas surdas. Poesia, música, artes visuais, produção cultural e teatro e influência digital são alguns dos temas que serão abordados em cinco mesas de debate, que ocorrem às 18h30 e às 20h30. Pensar sobre processos criativos em Língua Brasileira de Sinais (Libras) é o eixo principal do evento.

Festival de Cultura Surda acontece on-line – cada mesa tem um limite de 500 espectadores simultâneos. Confira as sessões: Potências da Atuação Cênica em Libras, com Angela Eiko, Bruno Ramos e Silas Queiroz; Artes Visuais e a Expressão da Cultura Surda, com Bruno Vital e Candy Uranga; Humor e Comédia em Libras, com Dimar Show, Gracy de Oliveira e Palhaço Surddy; Produção Cultural na Comunidade Surda, com Cristiano Monteiro, Leonardo Castilho e Renata Rezende; e Influenciadores Digitais da Comunidade Surda, com Gabriel Isaac, Léo Viturinno e Nathalia da Silva. Veja detalhes na aba Programação.

O evento também conta com uma oficina de poesia surda ministrada pelo educador Edinho Santos. São duas turmas e 30 vagas (já esgotadas).