Filmes de cineasta amazonense serão exibidos no Cine Teatro Guarany

Filmes do produtor de cinema Z Leão (e algumas obras de quando ele assinava como Júnior Rodrigues) estarão, neste sábado (11), na Mostra de Cineastas Amazonenses, a partir das 18h30, no Cine Teatro Guarany (avenida Sete de Setembro, anexo do Centro Cultural Palácio Rio Negro, 1.546, Centro), pelo Programa Cineclube de Arte. A exibição é gratuita e tem classificação de 12 anos.

Natural de Anori, interior do Amazonas, Júnior Rodrigues começou a trabalhar no cinema aos 15 anos, em uma produção alemã, realizada em Barcelos. Idealizador do Festival UM Amazonas e do Curta 4.2, Júnior já realizou 50 curtas em Rondônia, 30 no Rio Grande do Sul, 30 em Roraima, 2 no Uruguai, 10 na Venezuela, mais de 500 nos 30 municípios do Amazonas e 600 em Manaus, além de mais de 150 oficinas e cursos de cinema para mais de 5 mil pessoas.

Agora como Z Leão, trabalha na produtora “Z Filmes”. Recentemente, terminou de gravar seu primeiro longa-metragem, filmado em vários municípios do interior, revelando a beleza da paisagem amazônica. O longa está em fase de edição e foi realizado por um Edital de Baixo Orçamento do então Ministério da Cultura. “É um longa para a família”, conta o cineasta.

Sobre as obras

Neste sábado, serão exibidos os curtas em duas fases. De Júnior Rodrigues, o público vai conferir “Cabocão.com.br”, “Deprê de Pobrê”, “Validade Até 21.12.2012”, “Uayná”, “Pobredor” e o inédito “Amor que Mata”. Já como Z Leão serão exibidos “Curado”, “Well Kill” e o inédito “As Flores de Plástico Não Matam”.

Cada filme tem duração de 7 a 12 minutos e o público poderá assistir às duas faces de um mesmo cineasta nesta mostra.

Cineclube de Arte

O programa Cineclube de Arte é contínuo, com exibição todos os sábados, com o objetivo de dar visibilidade à cinematografia produzida no Amazonas, valorizando o trabalho feito por cineastas locais.

Serviço: Exibição de “A Saga de Z Leão & do finado Júnior Rodrigues”

Data/hora: 11 de maio, sábado, 18h30

Local: Cine Teatro Guarany (Avenida Sete de Setembro, anexo do Centro Cultural Palácio Rio Negro, 1546, Centro)

Entrada: Gratuita

Classificação: 12 anos

(*) Com informações da Secretaria de Estado de Cultura