Fiocruz promove curso live internacional para a formação docente em Saúde

Foto: Reprodução

A Fiocruz promove o Curso Internacional sobre a Interdisciplinaridade das Ciências Humanas para a formação docente em Saúde, oferecidos em formato de webinários online, entre novembro de 2020 e fevereiro de 2021. O primeiro debate está marcado para 19/11, às 14h, e abordará o tema “Formação, trabalho e identidade docente”. As inscrições para o curso livre vão até 16 de novembro por meio do Campus Virtual Fiocruz.

O objetivo do curso é apoiar professores na reflexão do seu papel na formação de sujeitos históricos na sociedade contemporânea, a partir de sua prática pedagógica e responsabilidade docente na saúde pública.

O público-alvo dos encontros são docentes de todas as unidades da Fiocruz, das Escolas e Centros Formadores das Redes de Formação em Saúde Pública (RedEscola), da Rede de Escolas Técnicas do SUS, das Escolas de Saúde Pública do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), da Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família (Renasf), da Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde, da Rede Latino-Americana de Escolas de Saúde Pública, além de professores universitários, estudantes de pós-graduação e outros profissionais envolvidos e interessados no tema.

Segundo a responsável pela iniciativa, Tânia Celeste Mattos Nunes, que é ligada à Vice-presidência de Educação, Comunicação e Informação (Vpeic/Fiocruz), a oferta do curso cumpre o papel disseminador de temas educacionais que possam embasar as discussões e reflexões sobre a prática pedagógica docente no âmbito da Fiocruz e das Escolas de Saúde. Com o ciclo, espera-se contribuir para a consolidação das funções da Escola de Governo da Fundação, trazendo para a discussão temas candentes da área das ciências sociais e humanas e políticas de educação em saúde”, comentou Tânia.

Os sete debates virtuais acontecerão sempre às quintas-feiras, às 14h, com duração de 4h, totalizando 28h de atividades síncronas. Além disso, para as atividades assíncronas do curso, serão disponibilizados textos e vídeos em um repositório para os alunos inscritos, somando uma carga horária total de 42h de formação.

Os seminários serão transmitidos ao vivo pelo canal da Fiocruz no Youtube e podem ser acompanhados pelos interessados no tema. Confira abaixo a programação!

19/11/2020 – Formação, trabalho e identidade docente (14h às 18h)
A formação docente como prioridade institucional; Apresentação de resultados parciais do projeto de formação de docentes da Fiocruz,  com a análise dos grupos focais da pesquisa sobre identidade, trabalho e formação docente; relações entre formação, trabalho e identidade docente na área da saúde e análise comparativa da revisão bibliográfica sobre o tema.
Convidados: Tânia Celeste Matos Nunes (Fiocruz), Gustavo de Oliveira Figueiredo (Instituto Nutes/UFRJ) e Terezinha de Lisieux Quesado Fagundes (Ufba)
Debatedora:  Yansy Delgado Orrillo (Instituto Nutes/UFRJ)
Coordenação: Maria Cristina Rodrigues Guilam (Coordenadora-Geral de Educação da Fiocruz)

26/11/2020 – Contribuições das Ciências Sociais e Humanas para a formação e o trabalho docente (14h às 18h)
Educação e contradição: elementos metodológicos para uma teoria crítica do fenômeno educativo; Os aportes de Paulo Freire com a pedagogia do oprimido e a pedagogia da esperança; Hegemonia, contra hegemonia e conscientização de educadores/as nas políticas educacionais brasileiras.
Convidados: Carlos Roberto Jamil Cury (Professor Emérito UFMG), Marilia Gabriela de Menezes Guedes (Cátedra Paulo Freire UFPE) e Marcia Ângela da Silva Aguiar (CE/UFPE)
Debatedor: Gustavo de Oliveira Figueiredo (Instituto Nutes/UFRJ)
Coordenação: Terezinha de Lisieux Quesado Fagundes

3/12/2020 – O caráter interdisciplinar da Educação: Interseções entre cultura, psicologia e artes (14h às 18h)
O caráter interdisciplinar da educação e a potência das interações entre a cultura, a psicologia e as artes; Arte e direitos humanos na educação; Sujeitos e subjetividades nos espaços/tempos contemporâneos; Liberdade, criatividade e imaginação na produção sócio histórica da diversidade cultural.
Convidados: Álamo Pimentel (UFSB), Richarlls Martins (Fiocruz/UFRJ) e Santiago Estaún Ferrer (Prof. Emérito do Departamento de Psicologia da Educação/Universidade Autônoma de Barcelona)
Debatedora: Valentina Carranza Weihmuller (Instituto Nutes/UFRJ)
Coordenação: Gustavo de Oliveira Figueiredo (Instituto Nutes/UFRJ)

10/12/2020 – Formação e trabalho em saúde no Brasil: Perspectiva histórica e interconexões com a Reforma Sanitária Brasileira (14h às 18h) 
Formação para o Trabalho em Saúde no Brasil; Aspectos históricos e projetos estruturantes da face pedagógica do SUS; Redes como espaço de organização e diálogo das práticas pedagógicas entre docentes e com os movimentos sociais; Ciclos de transformações sócio econômicas e seus principais impactos no mundo do trabalho e nas atividades educativas; Reforma sanitária brasileira, com ênfase nos aspectos relacionados à educação em saúde.
Convidados: Tânia Celeste Matos Nunes (Fiocruz), Márcia Teixeira (Ensp/Fiocruz) e Jairnilson da Silva Paim (Ufba)
Debatedor: Sebastian Tobar (Cris/Fiocruz)
Coordenação: Vera Lucia Kodjaoglanian (UFRN)

17/12/2020 – Decolonialidade e o cotidiano na sala de aula: Etnografia como possibilidade nos debates sobre preconceito, gênero e raça (14h às 18h)
Atitude etnográfica na sala de aula; Decolonizando os processos de ensino; A alteridade nas condições de educadores e educandos; Interpretação dos cenários na pesquisa em educação; Decolonialidade e racismo: a produção de vidas vulnerabilizadas; Gênero e sexualidades ancoradas no feminismo e na Teoria Queer: uma análise da produção dos corpos que interessam.
Convidados: Álamo Pimentel (UFSB), Roberta Gondim (Ensp/Fiocruz), José Inácio Jardim Motta (Ensp/Fiocruz)
Debatedora: Ana Lúcia Nunes de Sousa (Instituto Nutes/UFRJ)
Coordenação: Carlos Henrique Paiva (COC/Fiocruz)

28/1/2021 – Educação permanente em saúde: Fundamentos, história, atualizações e perspectivas (14h às 18h)
Aspectos históricos e bases conceituais; Experiência brasileira da educação permanente em saúde como política pública, avanços e dificuldades; A potência da Educação Permanente como ferramenta de transformação das práticas, políticas e gestão dos serviços públicos de saúde; As revisões e perspectivas da política e a proposta de construção de indicadores.
Convidados: Mario Rovere (Escola de Saúde Pública de Buenos Aires), José Inácio Jardim Motta (Ensp/Fiocruz), Isabela Cardoso (ISC/UFBA).
Debatedor: Sebastian Tobar (Cris/Fiocruz)
Coordenação: Eliana Claudia Ribeiro (UFRJ)

4/2/2021 – Educação e desigualdades no mundo contemporâneo (14 às 16h)
Desigualdades sociais econômicas e culturais: desafios da Educação; Críticas ao discurso neoliberal e a defesa da Democracia; políticas públicas para o enfrentamento das iniquidades; Resistência e ação coletiva por justiça social e econômica; Educação transformadora, formação política e cidadania crítica.
Convidados: Naomar de Almeida Filho (UFBA/USP) e Silke Weber (Professora Emérita da UFPE)
Debatedor: Gustavo de Oliveira Figueiredo (Instituto Nutes/UFRJ)
Coordenação: Terezinha de Lisieux Quesado Fagundes (ISC/Ufba)

4/2/2021 – Conferência: A contribuição da pesquisa para a docência (16h às 18h)
Conferencista: Maria Cecília de Souza Minayo (Fiocruz)
Coordenação: Tânia Celeste Matos Nunes (Fiocruz)

É importante ressaltar que o curso contará com a participação de docentes da América Latina e África. Portanto, as sessões serão realizadas em língua portuguesa, mas contarão com alguns palestrantes de língua espanhola, além de alguns debatedores que falarão a mesma língua.

(*) Com informações da assessoria da Fiocruz