Fique sem respirar 72 horas, Excelência!

Foto: Reprodução

Confesso que o título desse texto foi o que me veio à mente ao saber que, diante de ações judiciais em que prefeitos do interior do Estado requerem que a Justiça obrigue o Governo do Estado a enviar oxigênio para as unidades de saúde de suas respectivas cidades, há juízes que pedem até 72 horas para analisar o pedido ou então decidem que o governo tem que enviar oxigênio para os municípios do interior em até 72 horas.

Quê que é isso minha gente! Está se falando de oxigênio, sem o qual qualquer ser humano morre. É só tapar a boca com uma mão e com outra o nariz pra sentir a sensação desesperadora que é ficar sem ar. Esse tipo de comportamento tem sido uma das piores constatações que tenho feito nessa pandemia que é como o ser humano tem dificuldade em se colocar no lugar do outro, mesmo jurando de pé junto que é cristão e que vive nos mandamentos – onde está aquele que diz “amai o próximo como a ti mesmo”?

Essa situação ainda se torna mais revoltante quando se tata dos homens da Lei, aqueles que são os únicos a quem o povo pode apelar quando todos os outros agentes públicos falharam, por demência, incompetência, roubalheira, ou tudo junto e embolado.

Um exemplo disso, é que a decisão judicial para que o Governo do Estado devolvesse os cilindros de oxigênio de Coari que confiscou ilegalmente só veio depois que sete pacientes estavam mortos. E, igual a esse caso, tem prefeito do interior sem dormir esperando que a Justiça obrigue o Governo do Estado a fazer o que deveria ter feito por obrigação de governança ou até mesmo por compromisso humanitário, repor o estoque de oxigênio dos hospitais do interior.

E teve até ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) dando prazo de 48h para que o Governo Federal apresente “um plano detalhado sobre estratégias que está colocando em prática para o enfrentamento da situação de emergência” no Amazonas. Pelo amor de Deus excelência! Se o general ministro da Saúde estando em Manaus há dias e tendo informações diárias, através da Força Nacional do SUS, que ia faltar oxigênio nas unidades de saúde não fez nada, o senhor acha que ele vai fazer plano estratégico? E sua Excelência ainda dá 48h de prazo?

Quem está sem ar tem pressa! E quem está vendo isso acontecer também!