Fiscalização encerra live de cantor sertanejo com 130 pessoas em Goiás

Claudivino Antunes / Semcom Aparecida

Uma fiscalização da Prefeitura de Aparecida de Goiânia interrompeu, na noite dessa sexta-feira (23/4), a realização da live de um cantor sertanejo. No local, estavam presentes ao menos 130 pessoas entre equipe técnica e convidados especiais.

Cada um dos presentes que não usava máscara foi multado em R$ 111. Além disso, o espaço de eventos já tinha sido flagrado anteriormente desrespeitando decretos contra a Covid-19 e estava impedido de realizar qualquer tipo de evento. Ele foi multado em R$ 11,7 mil por reincidência e, novamente, foi interditado.

Posts foram feitos ao longo dos últimos dias nas redes sociais do cantor Felipe Ferrazchamando a audiência para a live, exibida no canal dele no YouTube. O problema, para a fiscalização, foi a presença de público e desrespeito às regras sanitárias. Também foram publicados vídeos de convidados no momento em que o evento já estava no ar. Nas imagens é possível ver que muitas pessoas não usavam máscaras.

O uso de máscaras é determinação obrigatória com relação à contenção da disseminação do novo coronavírus.