Flamengo vence o Grêmio no Maracanã e vai à semi da Copa do Brasil

O Flamengo está na semifinal da Copa do Brasil. Nessa quarta-feira (15), o time carioca marcou cedo com Everton Ribeiro e depois soube controlar espaços e segurar a pressão do Grêmio em um Maracanã vibrante. Com a vitória por 1 a 0, a equipe de Maurício Barbieri enfrenta o Corinthians na próxima fase do torneio.

A vitória do Flamengo veio graças a uma falha do Grêmio e finalização precisa de Everton Ribeiro. Mas também passa por uma estratégia diferente, controlando o jogo sem a bola. E, claro, pela atuação abaixo do time treinado por Renato Gaúcho.

O Flamengo volta a campo no domingo, quando visita o Atlético-PR, pela 19ª rodada do Brasileirão. O Grêmio atua no sábado, diante do Corinthians, em São Paulo.

O Flamengo não quis esperar muito. No começo do jogo, marcou alto (algo que não foi mantido no decorrer do primeiro tempo) e contou com falha de Bruno Cortez para abrir o placar. Após cruzamento da esquerda, o lateral gremista “furou” ao tentar afastar. A bola sobrou para Everton Ribeiro chutar de primeira no canto esquerdo de Marcelo Grohe, fazendo 1 a 0 para o Flamengo.

Ao longo da primeira etapa, a equipe de Maurício Barbieri apresentou mudanças em relação a ela mesma. Mais reativa, voltada para bolas longas e empurrando o Grêmio para os lados. Controlando o duelo a partir dos espaços concedidos ou retirados.

A postura do Grêmio não foi abalada pela desvantagem. O time gaúcho fechou o primeiro tempo com mais posse de bola e jogando todo dentro do campo do Fla. Ainda assim, esse domínio ficou longe de render empate. E até de tornar o gol algo iminente. A equipe de Renato Gaúcho ficou longe de Diego Alves.

O árbitro Ricardo Marques Ribeiro não teve pudor e buscou auxílio do árbitro de vídeo várias vezes ao longo da partida. No primeiro tempo, ele escutou a equipe do VAR em duas jogadas que geraram pedido de pênalti (Jailson em cima de Lucas Paquetá e Paquetá com Cortez). Em ambas, a decisão de campo foi mantida.

O Flamengo cedeu mais campo ao Grêmio depois do intervalo e mexeu primeiro. A medida para criar algo diferente foi sacar Vitinho e botar Marlos Moreno. Com a troca, o time da casa ganhou pouco mais de posse de bola e drible diante de uma defesa bem adiantada.

Renato Gaúcho esperou até os 19 minutos do segundo tempo para mexer. Com um Grêmio mais agudo, rondando a área do Flamengo, o treinador tirou André e botou Jael. Seis minutos mais tarde deu a segunda cartada e sacou Léo Moura para lançar Marinho no jogo. As substituições deixaram a equipe ainda mais ofensiva e por consequência mais exposta.

O Flamengo, porém, soube conduzir a partida, sem se expor e marcando bem as investidas do Grêmio. No fim, Rômulo ainda entrou no lugar de Diego para fortalecer a marcação e segurar o triunfo por placar mínimo, que garantiu o time rubro-negro na semifinal.

FLAMENGO

Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte, Renê; Cuéllar (Willian Arão), Lucas Paquetá, Diego (Rômulo), Everton Ribeiro, Vitinho (Marlos Moreno); Henrique Dourado. T.: Maurício Barbieri

GRÊMIOMarcelo Grohe; Léo Moura (Marinho), Geromel, Kannemann, Bruno Cortez; Maicon (Alisson), Jailson, Ramiro, Luan, Everton; André (Jael). T.: Renato Gaúcho

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro

Público: 55.461 pessoas (50.803 pagantes)

Renda: R$ 2.467.530,00

Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Cartão amarelo: Diego Alves, Renê, Diego (Flamengo); Maicon, Luan, Douglas (Grêmio)

Gol: Everton Ribeiro, aos 5min do primeiro tempo

Fonte: Notícias ao Minuto