“Foi morto por motivo fútil”, diz presidente da OAB sobre assassinato de advogado por delegado (ver vídeo)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção do Amazonas, Marco Aurelio Choy postou vídeo em suas redes sociais falando que está acompanhando o depoimento do delegado Gustavo Sotero que assassinou Wilson Justo Filho a tiros, nessa madrugada, na casa noturna Porão do Alemão, na Ponta Negra.

“Não poderá ficar impune”, garante Choy.

Entenda o caso

Segundo informações que chegaram ao Radar, na madrugada de sábado, no Porão do Alemão, um simples esbarrão teria feito o delegado Gustavo Sotero ficar irritado com o advogado Wilson Justo.

Gustavo Sotero atirou quatro vezes e matou Wilson Justo. Duas outras pessoas ficaram feridas, uma delas a esposa do advogado, Fabiola Rodrigues de Oliveira, 31 anos. Segundo testemunhas, o delegado só parou de atirar porque a arma travou, o que significa que ele poderia ter matado muita gente já que a casa noturna estava cheia.

Ele foi preso em flagrante e vai responder por homicídio doloso e lesão corporal.

Delegado de Polícia Civil, Gustavo Sotero

Advogado Wilson Justo