Foto da prova do Enem vaza na web e MEC busca responsável

 

Fotos do caderno de questões deste primeiro dia de provas do Enem 2019 caíram na web neste domingo (3) pelo menos 30 minutos antes de os alunos poderem deixar os locais de prova e ao menos três horas antes de os candidatos terem autorização para levar a prova para casa.

Após a publicação da reportagem do UOL, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou no Twitter que a imagem é da prova oficial deste domingo e que a Polícia Federal irá investigar o responsável — provavelmente um candidato de Pernambuco, segundo o ministro.

A divulgação da imagem na web enquanto os candidatos realizavam a prova supõe falhas na segurança do exame uma vez que o candidato entrou no local de prova com o celular.

A situação mostra ainda que esse candidato tirou o celular do bolso, fez foto e publicou na web durante a realização do exame, na presença de um fiscal. Além de fazer fotos e publicar na internet, o candidato pode ter verificado respostas para a prova.

Nas redes sociais, o ministro minimizou o ocorrido e disse que o “Enem segue 100%”. Ele afirma que a divulgação de imagens enquanto o exame era realizado não impactou a segurança da prova.

A partir das 15h, usuários passaram a compartilhar no Twitter fotografia da página com textos de apoio que integram a proposta de redação do Enem deste ano, “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”.

Pelo Twitter, o MEC informou que desde as 15h30 já é permitido deixar os locais de prova, mas sem os cadernos.