Fotógrafo lança exposição inédita sobre as lendárias guerreiras Amazonas

A ideia de representar as lendárias Amazonas surgiu do fascínio pelas histórias do imaginário popular – Foto: Divulgação

Inspirado no imaginário popular e nas descrições do frei espanhol Gaspar de Carvajal, o fotográfo Tácio Melo irá realizar no dia 08 de outubro, às 18h, o lançamento da exposição fotográfica “As Amazonas – A Lenda Fotografada”. O projeto inédito, que terá como palco a Casa das Artes, localizada na Rua José Clemente, bairro Centro, zona sul de Manaus, vem para representar as lendárias guerreiras, em um total de 12 obras.

A realização do projeto se deu após contemplação no edital Prêmio Feliciano Lana, que fez parte da Lei Adir Blanc (Lei nº 14.017/2020). Com a reabertura dos espaços culturais, a visitação será feita em espaço físico, de terça a domingo, das 15h às 20h, com entrada gratuita e seguirá as medidas de segurança contra a Covid-19.

De acordo com Tácio Melo, a ideia de representar as lendárias Amazonas surgiu do fascínio pelas histórias do imaginário popular. “Nosso Estado possui tantas histórias, mas muitas delas são esquecidas ou passam despercebidas. É aí que surge, pelo menos em mim, a necessidade de contá-las. Sempre me encantei pela forma com que as Amazonas foram descritas e senti que eternizar esse momento através da fotografia seria uma forma de contribuir para que outras pessoas também pudessem conhecê-las”, destacou.

Para realizar o projeto, que contou com a curadoria de Selma Carvalho, quatro mulheres foram cuidadosamente escolhidas para “dar vida” às personagens, entre elas a atriz, performer e professora de artes, Acácia Mié. A artista, que possui descendência ticuna, falou da importância de desenvolver um trabalho como esse.

“É de muito valor cultural contar essa história lendária, cheia de mistérios e signos, de mulheres heroínas e guerreiras que fortalecem a nossa identidade amazônica. A minha inspiração para atuar veio da minha natureza de mulher do Amazonas, em conexão com a floresta, com os animais, as águas e com a força da energia que herdamos de nossos antepassados indígenas”, ressaltou a atriz.

O trabalho inédito servirá para o aprofundamento histórico e cultural do público amazonense e visitantes, em todos os sentidos.

*Com informações da assessoria