Frente Parlamentar é criada para combater suicídios em Manaus

Foi criada, na manhã desta terça-feira (10), na Câmara Municipal de Manaus (CMM) a Frente Parlamentar de Combate ao Suicídio, que tem como objetivo criar medidas que diminuam o alto índice de casos de violência autoinflingida na capital, além de debater temas como a depressão de forma pública.

O projeto é de autoria dos vereadores Alonso Oliveira, Ewerton Wanderley, Elissandro Bessa e Joelson Silva.

Segundo o presidente da Frente Parlamentar, Elissandro Bessa, projetos como esses são importantes para promover políticas públicas multissetoriais com o intuito de diminuir os casos de suicídio.

“Infelizmente isso é um mal que tem crescido no nosso país de forma silenciosa, e ainda a gente não sabe exatamente como combater. Precisamos melhorar a nossa interlocução entre poderes Legislativo, Executivo, Judiciário, e estados e municípios para pensar em políticas de promoção da vida”, disse.

Em Manaus, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), só em 2018 foram registrados 652 atendimentos de pessoas com sintomas depressivos ou transtornos depressivos nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

O suicídio é a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, atrás apenas de acidentes de trânsito. E a cada 40 segundos uma pessoa se suicida, sendo que 79% dos casos se concentram em países de baixa e média renda. Esses e outros dados fazem parte de um novo relatório da OMS.

(*) Com informações da assessoria de imprensa