Garrafões de água mineral são fiscalizados pela Operação H20, em Manaus

O Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) analisou, nesta quinta-feira (3), quatro marcas de garrafões de água mineral de 20 litros, com o objetivo de verificar se a quantidade de água informada nas embalagens comercializados na capital corresponde ao peso real. Nesta etapa estão sendo verificados os garrafões de 20 litros.

Durante os exames realizados, 13 amostras de cada marca foram verificadas, e uma delas estava com 502 ml de água a menor, ou seja, acima do permitido pela portaria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), nº 248 de julho de 2008.

Existem sete empresas no segmento de água mineral no mercado local, e todas serão fiscalizadas até o termino da operação, no dia 8 de outubro.

Para a empresa que for flagrada em desacordo com a legislação do Inmetro, será lavrado um auto de infração. Ela terá um prazo de dez dias para apresentar uma defesa, e a multa poderá chegar a R$ 500 mil, considerando o porte da empresa e o grau de irregularidade.

(*) Com informações do Ipem-AM