Gastos de mais de meio milhão com artistas na Feira Agropecuária do Careiro Castanho é alvo de investigação do MPAM

O Radar denunciou os gastos com a 14ª Feira Agropecuária (Agropec) do Careiro Castanho que será realizada de 4 a 6 de agosto

feira careiro mpam

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) instaurou um procedimento preparatório para investigar a Prefeitura de Careiro Castanho (a 86 quilômetros de Manaus), sob a gestão do prefeito Nathan Macena (Republicanos), a respeito de possíveis gastos sem fundamento de recursos públicos na contratação de artistas para a 14ª Feira Agropecuária (Agropec) no município, marcada para acontecer de 4 a 6 de agosto.

A investigação foi publicada no Diário Oficial do MPAM nessa quinta-feira (2) – ver no final da matéria – e assinada pelo promotor de Justiça, Leonardo Tupinambá do Valle. Vale ressaltar que a realização da festa foi noticiada pelo Radar Amazônico no dia 25 de abril deste ano. Na ocasião, foi noticiado que os cantores Mano Walter e Zé Vaqueiro serão as atrações nacionais do evento.

O show de Mano Walter será realizado no dia 5 de agosto, enquanto Zé Vaqueiro irá cantar no dia 6, encerrando a Agropec de 2022, conforme anunciado pelo prefeito Nathan Macena em abril deste ano.

De acordo com a publicação no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas – ver no final da matéria -, o show de Zé Vaqueiro foi contratado por R$ 450 mil, em contrato firmado pela Prefeitura de Careiro Castanho com a empresa Zé Vaqueiro Original Music Ltda., enquanto o show de Mano Walter será no valor de R$ 220 mil, após firmar contrato com a empresa Nova Produções e Eventos Ltda. Ao todo, os shows dos respectivos cantores vão custar R$ 670 mil aos cofres públicos do município.

O MPAM solicitou, no prazo de cinco dias, as cópias de todos os procedimentos de licitação, dispensa ou inexigibilidade sobre a contratação de artistas, bandas e demais profissionais envolvidos no evento.

A reportagem procurou a Prefeitura de Careiro Castanho para falar a respeito da investigação do MPAM. Segundo a prefeitura, a feira foi cancelada devido à falta de recurso. Os shows dos respectivos artistas também foi cancelado.

“Como eles cobraram um custo muito alto, o prefeito cancelou tudo […] não houve contrato e nem haverá a (Feira) Agropecuária”, disse a Prefeitura de Careiro Castanho por meio da assessoria de imprensa. Entretanto, a prefeitura não se manifestou a respeito da investigação do MPAM.

Histórico

Não é a primeira vez que Nathan Macena contrata shows caríssimos para o Careiro Castanho. Em março de 2019, conforme publicado no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, foi gasto o valor de R$ 350 mil para um evento com o cantor Leonardo, destinados à empresa Talismã, responsável por levar o artista até o município.

Não satisfeito, o prefeito Nathan declarou gastos de mais R$ 195 mil em outro contrato com a empresa MB Produções Ltda., para levar ao município a dupla sertaneja Marcos e Belutti.

Diário Oficial MPAM

Contrato Mano Walter

Contrato Zé Vaqueiro