Gastos da prefeitura de Manaus com pedra e brita já atingiram R$ 242 milhões 

Foto: ilustrativa

Não param de surgir empresas contratadas pela Prefeitura de Manaus para fornecer pedra e brita pelo valor de R$ 20.199 cada uma. Essa é a terceira matéria feita pelo Radar sobre a compra desses produtos e, na primeira matéria eram sete empresas, depois passaram para nove e agora já são doze empresas,  com contratos que somam R$ 242,3 milhões.

Na publicação do diário oficial da Prefeitura de Manaus dessa terça-feira (14), surgiram mais três empresas. O secretário da Seminf, Renato Frota Magalhães assinou o extrato das empresas RNC Construtora Serviço de Locação e Terraplanagem LTDA; Arq e Eng Construções LTDA e Total Max LTDA. (veja o documento no final da matéria).

Ambas foram contratadas pelo valor de R$ 20.199.800,00 (vinte milhões cento e noventa e nove mil e oitocentos reais), cada uma. O contrato das 12 empresas totalizam R$ 242,3 milhões.

De quem são as empresas

Conforme as informações do site da Receita Federal a empresa RNC Construtora está localizada no bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus e pertence aos sócios Daniel Teles da Silva e Renata Andrade Pontes.

A empresa ARQ & Eng tem sede localizada no bairro São Geraldo, na zona Centro-Sul de Manaus e pertence a Jeanderson Siqueira de Santana. Já a empresa Total MAX LTDA, está localizada na rua Major Gabriel no Centro de Manaus e pertence a Marcio José Colares Ferreira.

O Radar já havia noticiado desde quando os contratos milionários começaram a surgir, agora resta saber onde serão utilizadas toneladas de pedra e brita pela Prefeitura de Manaus.

Confira os extratos