Gestão compartilhada como diretriz para a construção da ESA/UEA ideal

Os professores Joaquim Alberto da Silva e Kátia do Nascimento Couceiro lançaram a chapa 99 para disputar os cargos de diretor e coordenadora de Qualidade da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), cuja eleição ocorrerá no dia 30 de novembro.

Os professores formataram uma plataforma baseada na “Gestão Compartilhada para integrar os diversos cursos da ESA (Medicina, Odontologia, Enfermagem, Farmácia e Educação Física) a fim de superar problemas e investir no aprimoramento das instalações assim como na qualificação dos professores, alunos e funcionários.

“A união, a transparência e a construção da qualidade são elementos indispensáveis para alcançarmos o padrão ESA/UEA. Estamos empenhados em trilhar o caminho do aparelhamento a fim de solidificar a instituição de ensino superior, tornando-a efetiva. A excelência possibilitará que nossos alunos, depois de formados, concorram em igualdade de condições com profissionais de qualquer parte do mundo”, destacou o doutor Joaquim Alberto.

A estrutura física e os serviços ofertados pela universidade foram criteriosamente avaliados para que as propostas apresentadas tivessem possibilidade de realização. “Aos professores e servidores serão oferecidos cursos de pós-graduação para que se aprimorem e possam contribuir para a formação ampla.

Os alunos contarão com investimentos em laboratórios, salas de aula equipadas com aparelhos multimídia, acervo da biblioteca atualizado e formatação de parcerias para promover a extensão e estágio compatível com o curso. O aspecto social também será valorizado com a implantação de mais áreas de convivência para aproximar a comunidade”, esclareceu a doutora Kátia Couceiro.

O estacionamento reduzido para a grande demanda de veículos e o aumento no número de assaltos ao redor da ESA/UEA também preocupam os candidatos. A formatação de um projeto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura para ampliar o estacionamento e de solicitação à Secretaria Estadual de Segurança para a realização de rondas permanentes nas imediações da escola estão entre as pautas emergenciais.

A gestão participativa vai muito além das instalações da ESA. Para promover as melhorias como aquisição de equipamentos, fundos para projetos e pesquisas assim como programas direcionados para o bem-estar dos colaboradores, os candidatos propõem a formação de um lobby efetivo junto à bancada de parlamentares do Amazonas, que atuam no Estado e dos que tem assento na Câmara dos Deputados e no Congresso Nacional. Por meio do orçamento impositivo, pretendem conseguir apoio para a elaboração de emendas que contemplem recursos para a execução dos projetos.

CONHEÇA O CANDIDATO A DIRETOR DA ESA/UEA

Joaquim Alberto da Silva é um profissional com vasto conhecimento na sua área de atuação. Graduado em Odontologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Especialista em Odontologia em Saúde Coletiva (UFAM) e em Implantodontia (ABO), Mestre em Odontologia com área de concentração em Prótese Dentária pelo Centro de Pós-Graduação Odontológica São Leopoldo Mandic-SPOSLM – Campinas-SP, Professor concursado da UEA, Coordenador do curso de especialização em Implantodontia da UEA e Doutor em Clínica Odontológica pela FOP/UNICAMP-SP.

Foi Diretor da Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), no período de 2008 a 2010. Sua administração destacou-se pelo planejamento e fundação da Policlínica Odontológica e titulação do corpo docente da UEA.

CONHEÇA A CANDIDATA À COORDENADORA DE QUALIDADE

Kátia do Nascimento Couceiro é uma profissional respeitável, que atua em diversas instituições. Médica Cardiologista com Especialização em Eletrofisilogia e Estimulação Cardíaca Artificial, Mestre em Educação Médica pela Universidade Federal Paulista(UNIFESP).

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical- Fundação de Medicina Tropical- FMT-AM (2016). Preceptora da Residência de Clínica Médica da Fundação Hospital Adriano Jorge e Professora da disciplina de Cardiologia da Universidade Estadual do Amazonas.

Foi SubCoordenadora do Curso de Medicina da Escola de Saúde da Universidade do Estado do Amazonas e Diretora do Centro de Arritmias Cardíacas de Manaus. Membro Efetivo da Academia Amazonense de Medicina. Parecerista da Revista de Ciências da Saúde da Fundação Hospital Adriano Jorge e Editora Associada da Revista de Ciências da Saúde da Amazônia da Universidade do Estado do Amazonas-UEA/ESA.

Possui também vasta experiência na área de Medicina, Cardiologia Clínica, com ênfase na área de Estimulação Cardíaca Artificial e Eletrofisiologia Clínica e Invasiva.

Conheça as propostas da chapa 99:

Dialogar constantemente com o corpo docente e discente para traçar as diretrizes da ESA/UEA;
Criar novos cursos de pós-graduação Lato e Stricto Senso com foco nas exigências do mercado de trabalho;
Respeitar o Projeto Pedagógico de cada curso, focando na qualidade do ensino;
Implantar melhorias nos laboratórios instalados na ESA/UEA com aumento da dotação de insumos;

Substituir os equipamentos obsoletos e danificados por aparelhos modernos, que correspondam às tecnologias empregadas na atualidade;

Formatar a avaliação institucional;

Promover melhorias nos setores de apoio às atividades de ensino;
Efetivar o Sistema de Informações Estudantis;
Elaborar as diretrizes de Gestão das Atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão da ESA;
Estruturar o Programa de Capacitação dos Docentes e dos Servidores Administrativos;
Adotar sistema de divisão orçamentária participativa e de execução financeira no âmbito dos cursos de pós-graduação;
Desenvolver o Programa de Qualidade de Vida no Trabalho para os servidores da ESA/UEA;
Estruturar espaços de lazer/convivência para toda a comunidade da ESA/UEA;
Ampliar as políticas de assistência estudantil com a diversificação das bolsas ofertadas;
Disponibilizar à rede de acessibilidade (Internet) para toda a comunidade da ESA/UEA;
Estender o horário de funcionamento dos Serviços de Reprografia para atender todos os turnos;
Formatar parcerias com o poder público e iniciativa privada com o intuito de custear projetos e pesquisas;
Pactuar com Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) ações que tenham caráter de trabalho de extensão assim como campo de estágio;
Desenvolver estratégias que otimizem a comunicação entre ensino, práticas de pesquisa e atividades de extensão no âmbito da UEA, em particular e da ESA, em Geral.
Adotar a Gestão Democrática e Participativa;
Lançar as bases para implantação do planejamento estratégico da ESA/UEA.
ESTRUTURA FÍSICA
Estacionamento interno e externo
Elaborar um projeto junto com a SEMINF visando o aumento do número de vagas para professores, alunos e funcionários;

Restaurante
 Planejar junto ao órgão competente a melhoria das instalações e diversificação das refeições ofertadas;

Cantina
 Ampliar e humanizar a área da cantina;

Biblioteca
 Atualizar o acervo de periódicos e livros através convênios com editoras e órgãos afins;

Salas de aula
 Dotar todas as salas de aula com equipamento multimídia e substituição das tomadas.

Banheiros
 Reformar todos os banheiros da escola

OUTRAS PROPOSTAS IMPORTANTES
 Promover reuniões periódicas para motivar os colaboradores;
 Solicitar da Secretaria de Segurança do Estado o aumento e sistematização das rondas policiais nas proximidades da ESA/UEA;
 Implantar uma central integrada de monitoramento via câmeras de vídeos;
 Restabelecer as práticas de boa convivência e ajuda mútua com a Policlínica ESA/UEA;
 Implantar em parceria com o curso de Medicina o projeto: UEA Cardio Protegida – Programa de Suporte Básico de Vida;
 Criar o ambulatório modelo para os cursos de Medicina e Enfermagem;
 Criar a Farmácia Universitária;
 Dotar o curso de Educação Física da estrutura física necessária para a ampla aprendizagem;
 Efetivar definitivamente os convênios com a Semsa e Susam para a efetivação dos estágios e aulas práticas;
 Incentivar e apoiar as Residências médicas, de enfermagem e odontologia;
 Criar no âmbito da ESA/UEA o Mestrado profissional em Ciências da Saúde.
O plano de trabalho será constantemente aprimorado a fim de contemplar os anseios dos docentes, discentes e servidores. Qualquer integrante da comunidade universitária pode contribuir com a Gestão Democrática e Participativa por meio dos canais de comunicação.

Facebook: chapa99esa
Instagram: @chapa99esa
E-mail: chapa99esa@gmail.com