Governo do Rio anula nomeação de amigo de Bolsonaro para cargo de confiança

Decisão ocorre após Waldir Ferraz dizer que não queria trabalhar no local

Waldir Ferraz ao lado do presidente Jair Bolsonaro, em 2016 – Leo Pinheiro/Valor

Amigo e ex-assessor do presidente Jair Bolsonaro (PL) durante décadas, o jornalista Waldir Ferraz teve sua nomeação para um cargo de confiança no governo do Rio de Janeiro anulada nesta terça-feira (7).

O ofício tornando o ato sem efeito foi expedido pelo secretário de Esporte e Lazer, Alessandro Carracena.

A revogação ocorre após o Painel ter mostrado, no último sábado (5), que Ferraz, embora ocupasse o cargo desde 26 de maio, já fazia atividades como pré-candidato a deputado federal pelo PL.

Na ocasião, o ex-assessor declarou também que não sabia o motivo para ter sido indicado para o cargo e que não queria estar nele. Por isso, não aparecia para trabalhar.

Ferraz havia sido nomeado para uma função na Superintendência de Promoção Institucional da secretaria, com salário bruto de R$ 9.000.