Governo gasta mais de R$ 17,2 milhões com o Festival Folclórico de Parintins

Que fique bem claro que o Radar é um incentivador da cultura popular e, principalmente de algo tão amazônico como o Boi de Parintins. Mas há de se perguntar: o que o povo acha do Governo de Amazonino Mendes gastar mais de R$ 17,2 milhões no Festival Folclórico de Parintins, em pleno ano eleitoral, quando falta remédios na Central de Medicamentos do Estado e até merenda escolar nas escolas da rede estadual de ensino?

De acordo com um levantamento feito no portal da transparência do Estado, o governo por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (AmazonasTur), repassou mais de R$ 17,2 milhões neste ano, para a “concessão de apoio financeiro” aos bumbás Caprichoso e Garantido e a Prefeitura de Parintins.

Segundo as informações, o governo gastou R$ 2,97 milhões só com a reforma do Bumbódromo para a realização do festival de 2018. Já os bumbás Caprichoso e Garantido receberam, cada um, R$ 2,5 milhões.

As agremiações também receberam um repasse financeiro de R$ 1,149 milhão para a produção do projeto denominado “Boi de Rua”. Além disso, o portal de transparência mostra que Amazonino repassou ainda cerca de R$ 7 milhões a Prefeitura de Parintins para ajudar a custear o festival, que aconteceu nos dia 29 e 30 de junho e 1° de julho.

O Radar fez o mesmo levantamento em 2017 e apurou que, os investimentos naquele ano somaram R$ 5 milhões, sendo metade do valor custeado pela multinacional Coca-Cola. Já ano anterior, não houve repasse do governo do Estado sob alegação da falta de verba pública.

Procurada para esclarecer os motivos de tantos gastos com a realização do festival de 2018, a assessoria de imprensa da AmazonasTur não respondeu ao e-mail do Radar até o fechamento desta matéria.