Grammy 2021: vencedores, performances e tudo o que rolou!

Aconteceu na noite deste domingo (14) mais uma edição do Grammy Awards, a maior premiação de música dos Estados Unidos. Por conta da pandemia, a cerimônia aconteceu de forma virtual e presencial, com performances e entrega de prêmios feitas de forma remota ou com público reduzido em uma área aberta em Los Angeles.

A premiação estava inicialmente agendada para 31 de janeiro, mas foi adiada na esperança de poder ser realizada de forma presencial, o que não aconteceu mesmo com a nova data.

A noite conta com apresentações de BTS, Taylor Swift,Billie Eilish, Cardi B, Doja Cat,Harry Styles, Dua Lipa, Post Malone, Black Pumas, Chris Martin,DaBaby, Miranda Lambert, Maren Morris, John Mayer, Haim, Mickey Guyton, Brandi Carlilee Brittany Howard.

Entre os indicados, os destaques são Beyoncé, com nove indicações, seguida por Dua Lipa, Taylor Swift e Roddy Rich, com seis cada um. Os vencedores começaram a ser anunciados às 16h nos canais oficiais da premiação – somente algumas categorias entraram para o programa ao vivo

A surpresa do ano foi o cantor The Weeknd, que apesar do sucesso de seu álbum, After Hours, e da música Blinding Lights – que passou mais de um ano inteiro no Top 10 das paradas de sucesso – não recebeu nenhuma indicação. O cantor chegou a afirmar que irá boicotar a premiação “para sempre” em resposta.

Das 83 categorias do ano, 73 foram entregues em um pré-show com transmissão apenas online e com início às 16h. Os vencedores apareceram em vídeo-chamada para agradecer por suas vitórias.

A premiação oficial começou com uma sequência de apresentações de Harry Styles, Billie Eilish e o trio HAIM.

O primeiro prêmio entregue foi o de Melhor Artista Revelação, que é considerado um dos quatro principais da noite. A cantora Lizzo entregou o prêmio para a rapper Megan Thee Stallion, que já havia ganhado seu primeiro da noite no pré-show por sua música Savage, com Beyoncé

Foi Beyoncé inclusive que surpreendeu o público com uma aparição surpresa, sendo filmada brevemente ao lado do marido, Jay-Z, ao ser indicada ao prêmio de Música do Ano, que acabou sendo vencido por H.E.R.

Mais tarde, ela subiu ao palco ao lado de Megan Thee Stallion para receber o prêmio de Melhor Música de Rap por Savage e também sozinha por Black Parade na categoria Melhor Performance de R&B. Com o feito, Beyoncé conquistou sua 28ª estatueta do Grammy e superou Alisson Krauss como a mulher com mais vitórias na história da premiação.

Entre os três principais prêmios da noite, duas surpresas: Enquanto Taylor Swift levou o Álbum do Ano por Folklore, como o esperado, Música do Ano ficou com H.E.R. por I Can’t Breathe e Gravação do Ano com Billie Eilish por Everything I Wanted. A última, inclusive, dedicou seu discurso a Megan Thee Stallion, afirmando que Savage deveria ser a verdadeira vencedora e que a rapper teve um ano “incomparável”.