Grêmio vence e deixa o São Paulo mais longe da Libertadores

Com as finais da Libertadores no horizonte, o Grêmio se permitiu realizar um teste de luxo na noite dessa quarta-feira. Com força máxima, teve boa atuação e conseguiu vencer o São Paulo por 1 a 0 na Arena, em jogo válido pela 35ªrodada do Brasileirão. O único gol da partida foi anotado pelo zagueiro Kannemann, quase sem querer, ao aproveitar rebote de Sidão. No final do jogo, Marcelo Grohe comprovou a grande fase e garantiu o triunfo.

NA TABELA

Com a vitória, o Grêmio se mantém na vice-liderança do Brasileirão, com 61 pontos, quase garantido no G-4. Agora, se prepara para o jogo de ida contra o Lanús pelo jogo de ida das finais da Libertadores. Isso porque o time para o duelo contra o Santos, pela próxima rodada, será completamente reserva. Já o São Paulo fica em 11º, com 45, e se vê mais longe no objetivo de se classificar para a competição sul-americana. No próximo domingo, recebe o Botafogo no Pacaembu.

PRIMEIRO TEMPO

No último teste dos titulares antes da final da Libertadores, o Grêmio começou em cima do São Paulo, sem dar chances ao adversário. Porém, faltava encaixar a bola entre os homens de frente. O São Paulo parou muito o jogo com faltas, tanto que três jogadores acabaram o primeiro tempo com cartão amarelo. De tanto insistir, os donos da casa fizeram seu gol. Aos 33, Edílson pegou a sobra de Sidão, abriu na direita para Geromel e o zagueiro cruzou rasteiro. Arboleda afastou parcialmente, mas acertou em Kannemann, e a bola rolou para a rede. Estava feita a justiça no primeiro tempo da Arena.

SEGUNDO TEMPO

Assim que o árbitro sinalizou o reinício, Fernandinho pegou a bola e disparou para o ataque e quase surpreendeu Sidão. A partir de então, o cenário era com o São Paulo com objetivo de propor o jogo, enquanto o Grêmio se posicionava para sair em contra-ataques rápidos. Edílson exigiu boa defesa de Sidão, enquanto Ramiro desperdiçou pela linha de fundo. E o São Paulo até chegou a balançar as redes, mas com Lucas Pratto em impedimento – o que fez o árbitro anular a jogada. No final, Pratto, duas vezes, e Everton também tiveram chances de movimentar o placar. Mas a partida encerrou com vitória justa para o Grêmio.

Fonte: GE