Anúncio

Grupos de trabalho desenvolvem soluções para combater o coronavírus no AM

Foto: Reprodução

Cerca de oito grupos de trabalho formado por mais de cem profissionais voluntários de diversas áreas do conhecimento foram criados para executar projetos e ações que irão ajudar a combater a crise do Coronavírus no Amazonas. Eles são integrados aos agentes das secretarias municipais e estaduais, além de fornecedores e fabricantes de itens de primeira necessidade. As reuniões são realizadas virtualmente.

“Estamos construindo uma verdadeira rede de solidariedade com profissionais de alta competência se predispondo a criar soluções a partir das novas tecnologias para, juntos, ajudarmos a combater o Coronavírus”, explica a presidente da Associação do Polo Digital de Manaus, Vania Thaumaturgo, ressaltando que é uma rede aberta a todos que queiram colaborar.

A rede de profissionais voluntários está sendo formada por engenheiros, cientistas, pesquisadores, desenvolvedores, administradores, designers, jornalistas e publicitários entre outros. Os trabalhos realizados durante o fim de semana foram intensos e contínuos e geraram até o momento sete subgrupos de trabalho voltados para:

1.    Construção de plataforma de apoio psicológico aos profissionais de saúde que já estão passando por momentos de alto estresse no combate à doença;

2.    Prototipagem de válvulas para respiradores e manutenção dos respiradores atuais, essenciais para salvar vidas;

3.    Compras remotas de itens alimentícios, evitando a saída da população e também exposição dos idosos;

4.    Aumento da produção de álcool em gel e desenvolvimento de matéria-prima substituta, já em falta, para aumentar a disponibilidade frente à alta demanda;

5.  Chatbot já disponibilizado pelo site do Hospital Samel (https://www.samel.com.br/), que faz triagem dos sintomas do Coronavírus e indica a unidade de tratamento mais próxima;

6.    Chatbot pelo Telegram para triagem dos sintomas do Coronavírus e indicação de unidade de tratamento mais próxima.

7.    Mapeamento dos casos confirmados e suspeitos no Amazonas; e

8 .  Mapeamento de fornecedores de produtos que apoiem o setor de saúde.

“Agradecemos a todos aqueles que atenderam prontamente à chamada e têm trabalhado dia e noite nestes e em outros projetos que irão surgir”, destaca Vania Thaumaturgo. “Nas próximas horas, alinharemos suporte direto às unidades de controle do Estado e Município para aumentar sua capacidade”.

O Polo Digital de Manaus vem se organizando desde 2018 com a intenção de tornar-se uma das grandes matrizes econômicas do Estado a partir dos investimentos vindos da Lei de Informática. “São esses recursos destinados ao P&D que possibilitaram o estabelecimento de um novo polo econômico que visa ser também um Polo Tecnológico de referência no país”, afirma Vania Thaumaturgo.

“Hoje, o Polo Digital de Manaus gera cerca de 6 mil empregos diretos. São profissionais de altíssimo nível e competência que muitas vezes perdemos não somente para outros Estados Brasileiros, mas também para países como Estados Unidos, Japão, Suécia, França, Canadá, entre outros, pois o mundo todo avança em tecnologia e carece destes profissionais, cabe a nós desenvolvermos mais profissionais com essas competências para alicerçarmos nosso Polo Digital”, conclui Vania.

Para informações, seguem os endereços eletrônicos (http://www.polodigitaldemanaus.com/  e associacao@polodigitaldemanaus.com).

Com informações da assessoria de imprensa