Hamilton lidera último treino livre antes da classificação do GP da Áustria

Foto: Reprodução

Depois de dominar as duas sessões da sexta-feira (3), Lewis Hamilton foi novamente o mais rápido na última sessão de treinos livres antes da classificação do GP da Áustria, que abre a temporada da F-1 neste final de semana. O inglês marcou 1min04s130 e foi 0s147 mais rápido que o próprio companheiro, Valtteri Bottas. Com isso, a Mercedes fez a dobradinha nas três sessões disputadas no circuito de Red Bull Ring, mesmo que as condições de pista tenham mudado neste sábado (4), com a temperatura de pista chegando perto dos 50º C.

Depois de ter passado boa parte dos treinos livres da sexta-feira com danos no carro, Max Verstappen finalmente teve a chance de mostrar o que a Red Bull pode fazer, mas ainda assim ficou a 0s283 de Hamilton, em terceiro lugar. Trata-se de uma diferença considerável em um circuito com apenas sete zonas de freada e tempos de volta tão curtos.

A Mercedes, inclusive, chegou a ser alvo de um protesto oficial da rival Red Bull, que questionou o sistema DAS, que muda a angulação dos pneus dianteiros e ajuda no aquecimento uniforme entre os pneus dianteiros e traseiros, algo que ajuda no ganho de aderência, mas a Federação Internacional de Automobilismo deu razão aos hexacampeões.
O quarto lugar no último treino livre ficou com Sergio Perez, da Racing Point, que tem se mantido no top 5 desde a primeira sessão. O tempo do mexicano foi 0s475 mais lento que o de Hamilton, em um carro que se assemelha muito à Mercedes de 2019, e que vem tendo um bom rendimento desde os testes de pré-temporada.

A Ferrari chegou a ficar perto do tempo de Hamilton, mas com uma diferença importante: Vettel e Leclerc tinham feito suas melhores voltas com os pneus macios, bem mais rápidos, e Hamilton liderava o treino usando os médios. Quando as Mercedes fizeram suas simulações de classificação, a diferença subiu de alguns centésimos para mais de meio segundo, com Leclerc em quinto e Vettel em sétimo. O time terminou a sexta-feira de treinos livres descontente com o rendimento do carro, e fez experimentos no acerto nesta última sessão.

A sessão foi mais curta do que o normal devido a uma batida do único estreante da temporada, Nicholas Latifi, que causou uma bandeira vermelha. O piloto da Williams pareceu ter cometido um erro e bateu forte. O canadense saiu normalmente do carro, mas dará trabalho para os mecânicos fazerem os reparos antes da classificação, que começa às 10h da manhã.

Em sua volta quase quatro meses depois da data original de início da temporada, a F-1 divulgou neste sábado que todos os mais de quatro mil testes de coronavírus feitos até o momento deram negativo. Todos os profissionais da categoria vêm sendo testados uma vez a cada cinco dias.

Classificação da 3ª sessão de treinos livres – GP da Áustria
1 – Lewis Hamilton 1min04s130
2 – Valteri Bottas +0s147
3 – Max Verstappen +0s283
4 – Sergio Perez +0s475
5 – Charles Leclerc +0s573
6 – Alexander Albon +0s595
7 – Sebastian Vettel +0s721
8 – Lance Stroll +0s788
9 – Pierre Gasly +0s819
10 – Lando Norris +0s820
11 – Esteban Ocon +0s907
12 – Daniel Ricciardo +0s958
13 – Carlos Sainz +1s047
14 – Daniil Kvyat +1s160
15 – Romain Grosjean +1s233
16 – George Russell +1s435
17 – Kevin Magnussen +1s518
18 – Antonio Giovinazzi +1s524
19 – Kimi Raikkonen +1s643
20 – Nicholas Latifi +2s919