Harry vai voltar a Inglaterra e reencontro com William será “estranho”

Getty Images

2020 foi sobretudo um ano de novidades para o príncipe Harry e Meghan Markle. Em março, o casal anunciou que iria deixar de fazer parte do núcleo principal da realeza britânica, o que significava que iria viver de forma independente, apesar de continuar a pertencer à família.

Ainda assim, mesmo com este afastamento, espera-se que os duques de Sussex marquem presença em eventos públicos este ano juntamente com o príncipe William e Kate Middleton.

Não é segredo para ninguém que os irmãos estiveram sem se falar por muito tempo por causa da ‘saída’ repentina de Harry, pelo que espera-se que o seu reencontro seja “estranho”.

“Acho que vai ser muito estranho quando se encontrarem”, disse Phil Dampier, especialista em realeza, ao The Sun. “Por aquilo que me disseram, as coisas não estão melhores – eles não se falam muito”, nota.

Uma das razões pelas quais Harry regressará ao Reino Unido (uma vez que atualmente vive nos Estados Unidos) será para a inauguração de uma estátua em homenagem à princesa Diana. “Tenho a certeza de que irão se unir para as celebrações do aniversário, mas nos bastidores, acho que irá ter muita tensão”, afirma.

Note-se que se ainda estivesse viva, Lady Di completaria 60 anos no dia 1 de julho.