Henrique caminha na Marechal Deodoro e conversa com camelôs e vendedores

Henrique 06 1

Henrique 06 2No Centro da cidade, o candidato a prefeito pela coligação “Pra Manaus Vencer”, Henrique Oliveira (SD), e seu vice, Alessandro Bronze (PRTB), realizaram caminhada na Rua Marechal Deodoro. No local, os dois ouviram os pleitos apresentados pelos camelôs, vendedores ambulantes e comerciantes e, também, apresentaram propostas de governo para melhorar uma das principais áreas comerciais da cidade.

A via muito conhecida por abrigar grandes comércios, é, também, abrigo para muitos camelôs e vendedores ambulantes. Um deles, Ray Tavares, atua no local há 30 anos. “Estou aqui desde 1986 e poucas vezes vi algo ser feito para essas pessoas. Engana-se quem pensa que estamos aqui por opção. Ninguém vai trabalhar debaixo de sol e chuva por opção. Falta oportunidade de qualificação e emprego na cidade”, ponderou o vendedor.

Em conversa com o ambulante Henrique falou da proposta que visa dar oportunidade de qualificação e renda para jovens e pessoas acima de 40 anos como o ambulante Ray Tavares. “Vamos desenvolver ações para estimular as empresas a contratar os jovens, no primeiro emprego, e as pessoas com mais de 40 anos, que encontram dificuldade em conseguir a reinserção no mercado”, destacou.

Questionado sobre o que faria com os camelôs e vendedores ambulantes quando eleito, o candidato explicou sua proposta voltada para profissionalização. “Ninguém quer passar a vida toda trabalhando nas ruas. Ficar aqui não é certo, mas também não se pode tirar sem dar chances de qualificação. Por isso vamos investir em qualificação e profissionalização. E não vamos fazer isso sozinho. É preciso governar ouvindo aqueles que convivem com o problema para juntos acharmos a melhor solução”, pontuou.

Outra proposta apresentada pelo candidato é a de estimular o empreendedorismo através da Taxa Única Mensal. Por três anos, o novo empreendedor vai pagar uma taxa unificada, sem burocracia, dando tempo ao negócio para criar bases que permitam contribuir de forma mais efetiva para a arrecadação municipal.

Trânsito

Durante caminhada o candidato também ouviu outras demandas da população relacionadas a transporte público e trânsito. No Centro, uma das principais reclamações dos clientes e também dos comerciantes é a falta de estacionamento regular. Na opinião da professora Meire Freitas o local deixa de ser atrativo por não ter um ordenamento.

“Eu só venho ao Centro quando é realmente necessário. Não tem onde estacionar, você tem calçadas obstruídas – isso quando tem calçada -, carro de carga que para no meio da rua e atrapalha o fluxo de ir e vir e ainda tem a falta de segurança. O local não é atrativo”, desabafa.

Agenda: 07/09/2016

Manhã – Realiza visita a bairros da zona Leste e reúne com lideranças comunitárias da área.

Texto e fotos: Assessoria do candidato