Hoje é dia: Dia de Iemanjá e de prevenção ao câncer marcam semana

Fernando Frazão/Agência Brasil

Imagine algo desaparecendo diante dos seus olhos? Poderia até ser um truque já que, neste dia 31 de janeiro, comemora-se internacionalmente o Dia Mundial do Mágico. Mas, entre a noite do dia 3 de fevereiro e a madrugada do dia seguinte, foi a população nordestina que ficou sem ver nada devido a um blecaute que deixou praticamente todos os estados nordestinos, exceto Maranhão, no escuro.

O caso ocorreu há dez anos, devido a uma pane em uma linha de transmissão no município de Jatobá, sertão de Pernambuco. Na época, houve saques locais, pane em equipamentos como caixas eletrônicos e falta de água em três estados.

O último apagão no Brasil aconteceu recentemente, no final de dezembro de 2020. O Amapá, estado do Norte brasileiro, passou por dois blecautes seguidos e ficou 22 dias com a energia funcionando em esquema de rodizio.

Iemanjá, rainha do mar

Toda virada de ano, os litorais brasileiro ficam lotados de pessoas fazendo homenagens a Iemanjá, considerada a “Rainha do Mar”. Mas a maior homenagem a Iemanjá ocorre mesmo no dia 2 de fevereiro, dia dedicado à divindade. Em 2013, a EBC explicou origem das homenagens ao orixá associado aos rios e desembocaduras.

Prevenção ao câncer

Há mais de 20 anos, o dia 4 de fevereiro foi escolhido mundialmente para alertar sobre a ampliação de campanhas de diagnóstico precoce da doença e lembrar a população de não negligenciar eventuais sintomas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), outro hábito que ajuda na prevenção é a atividade física. Vinte minutos de caminhada por dia já diminuem os riscos.