Anúncio Advertisement

Homem acusado de feminicídio é condenado a 16 anos de prisão

Edimilson Santos Silva, acusado de matar a facada a própria esposa, Maria do Carmo de Araújo Gomes em 2017, foi condenado a 16 anos de prisão, em regime fechado. O Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus concluiu o julgamento do réu na madrugada desta quarta-feira (12).

Segundo o inquérito policial que originou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), no dia 4 de abril do ano passado, por volta das 2h30min, na rua Marajá, nº 3, bairro Zumbi dos Palmares, zona Leste de Manaus, Edimilson desferiu um golpe de faca contra o pescoço de Maria do Carmo. A vítima morreu no local. O crime teria sido motivado porque Maria queria a separação.

A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz Jorge Hamilton Lins Barroso. Além do Edmilson, foram interrogadas sete testemunhas. Familiares e amigos de Maria do Carmo acompanharam a sessão, vestindo camisas com a foto da vítima.

O réu foi denunciado com base no art. 121, parágrafo 2º, incisos II (motivo fútil), IV (recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e VI, parágrafo 2º-A, I, do Código Penal, conforme os artigos 5º, II e III e 7º, I da Lei nº 11.340/2006, sob as diretrizes da Lei n° 8.072/90.

Com informações da assessoria do TJAM.