Homem compra maconha e recebe tijolos: ‘Não existe mais traficante honesto’

reprodução

Uma transação “desonesta” entre dois traficantes resultou na prisão de um deles, durante uma operação integrada entre as Polícias Militar e Civil em quatro cidades do Sul de Minas. Ele teria comprado tijolo achando que seria maconha e acabou preso quando foi trocar a droga. Além desse traficante, outros três homens e uma mulher foram detidos.

Segundo a polícia, o homem de 35 anos, um dos articuladores do tráfico na região, teria pago R$ 1,5 mil por duas barras de maconha, mas na hora de receber o material foi surpreendido com tijolos comuns. Insatisfeito, o traficante não quis ficar no prejuízo e, nesse momento, acabou sendo preso.

“Durante a investigação, captamos a transação e o homem estava muito bravo com outro traficante, que vendeu o tijolo falso. Ele estava cobrando uma postura ética desse traficante. Não existe mais traficante honesto hoje em dia”, disse o delegado.

A ação faz parte de uma investigação que durou quase um ano nas cidades de Nova Resende, Guaxupé, Bom Jesus da Penha e Campo Belo. O trabalho contou com 20 policiais, entre militares e civis que além das quatro prisões, apreenderam 35 papelotes de cocaína e mais duas pedras da mesma droga, que ainda não tinham sido fracionadas, dois tabletes de maconha, uma balança de precisão, materiais usados para a embalagem de entorpecentes, R$ 3,6 mil em dinheiro, dois aparelhos celulares, oito pacotes de cigarro contrabandeado, além de um veículo.

O delegado Manoel Francisco Martins ressaltou ainda a importância da denúncia anônima que propiciou toda essa operação com objetivo de combater os crimes de violência doméstica, tráfico ilícito de drogas e roubo. Ele orienta que denúncia pode ser feita pelo 181 ou pelo 190 e é sigilosa. “É importantíssimo que a comunidade faça essas denúncias, pois contribuem muito com o trabalho policial”, concluiu.