Homem é preso por vender casas e terrenos que não eram seus

Estelionato 1

Um homem envolvido em vários golpes aplicados a moradores da Zona Norte de Manaus foi preso nesta quarta-feira (28). Cleybe Seixas Lima, 28, foi preso por volta das 9h30 na Rua Amazonino Mendes, bairro Santa Etelvina, após ser reconhecido por uma vítima que o denunciou à polícia.

Estelionato 2De acordo com o responsável pela ação, delegado titular do 26° DIP, Walter Cabral, o homem já praticava golpes há mais de um ano e enganava as vítimas fazendo anúncios de venda de casas e terrenos que não pertenciam a ele, com valores que variavam entre R$ 10 mil e R$ 100 mil. Após as vítimas se interessarem pelos imóveis e entrarem em contato com Cleybe, todos os procedimentos para a venda falsa eram realizados, com documentos produzidos numa lan house e autenticados em um cartório, fato que levava as vítimas a acreditarem na legalidade da operação.

“Na delegacia ele não confessou o crime e tentou desmentir toda a história sobre as vendas, mas durante o depoimento ele acabou admitindo o envolvimento nos casos. Com ele achamos um arquivo onde era guardado documentos da última venda feita na noite anterior (27)”, informou o delegado.

A autoridade policial informou ainda que entrou em contato com uma das vítimas, uma mulher que já havia entregue ao golpista R$ 6 mil na noite de ontem, para que fosse à delegacia e informa-la que havia sido vítima de um golpe.

A mulher, uma cozinheira de 28 anos, informou em depoimento, que tinha comprado do homem uma casa no bairro Riacho Doce 2, na zona Norte, por R$ 11 mil, dando uma entrada de R$ 6 mil à vista e parcelando o restante. A Polícia Civil encontrou apenas R$ 2 mil com ele, que foi devolvido à vítima.

Aos supostos compradores, Cleybe contava que o terreno ou residência colocados à venda eram herança de seu pai que falecido há pouco tempo e que caso o interessado não possuísse todo o valor em dinheiro para a compra, poderia dar qualquer valor que tivesse e o restante poderia ser parcelado.

A equipe de investigação do Distrito Policial informou que o estelionatário já possui nove Boletins de Ocorrência (BO’s) registrados contra ele somente no ano passado, todos pela mesma prática criminosa, a maioria na Zona Norte. Os investigadores estimam que pelo menos 15 pessoas tenham sido vítimas do falso corretor imobiliário.

O delegado Walter Cabral continuará as investigações do caso com o objetivo de identificar mais pessoas que estejam envolvidas no caso, e que possivelmente trabalhavam junto com Cleybe. A autoridade policial solicitou que essas possíveis vítimas, após a prisão dele, se dirijam à delegacia para receberem orientação e prestar queixa.

Será realizado um inquérito policial para cada BO registrado contra o estelionatário, com a finalidade de que o mesmo responda judicialmente pelos golpes praticados. “É inadmissível que esse infrator saia impune após todos os golpes que aplicou em pessoas humildes e que na maioria das vezes economizaram o pouco dinheiro por meses para dar entrada em uma casa própria ou em um terreno para construir sua moradia”, declarou Cabral.

Cleybe foi autuado em flagrante por crime de estelionato e após todos os procedimentos legais cabíveis será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará preso à disposição da Justiça.