Homem que jogou água fervente na esposa com filha no colo é preso (veja vídeo)

Segundo informações da vítima, o crime aconteceu no dia 28 de maio deste ano na residência do casal no bairro São José Operário, zona Leste.

Foto: Divulgação

Um homem identificado como Herley Carlos Coelho, 30, principal suspeito de ter jogado água fervente na esposa Jéssica de Oliveira Gomes, 27, que estava com a filha no colo no momento da agressão, se apresentou nessa quarta-feira (8), na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), no Parque Dez, zona Sul de Manaus.

Conforme a delegada Débora Mafra, titular da Delegacia Especializada Em Crimes Contra A Mulher-DECCM, o homem deve responder por violência doméstica praticada contra a companheira.

Segundo informações da vítima, o crime aconteceu no dia 28 de maio deste ano na residência do casal no bairro São José Operário, zona Leste.

Durante uma briga enquanto consumia bebidas alcoólicas, Herley, teria jogado água quente nas costas da vítima, além de tomar o celular dela, impedindo o socorro e contato com familiares.

O pai de Jéssica informou que o genro queria que a vítima pedisse demissão do emprego para dar mais atenção a casa e aos filhos.

Porém, em depoimento, a versão contada por Herley Carlos, foi diferente da relatada pela vítima.

A possível motivação para a briga seria que o homem teria encontrado algo comprometedor no celular da esposa e a questionou, uma discussão teve início e logo após travaram luta corporal.

De acordo com a advogada de Herley, a vítima não ficou em cárcere privado, como informado, ela ficou sem o celular e só conseguiu avisar a família no dia seguinte após a queimadura.

“Ela não ficou em cárcere privado, inclusive, ela não fala que ficou, ela diz que ficou sem o celular, no depoimento dela. Ela dormiu com ele no sábado para domingo, no domingo ela liga pra uma tia e daí por diante eles estão separados”, explicou a advogada Sarah Anijar.

Veja vídeo: