Homem que matou mulher é condenado a 21 anos de prisão

Renner Fonseca de Miranda foi condenado, pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), a 21 anos de prisão pelo crime de homicídio triplamente qualificado contra a técnica de enfermagem, Corina Maria Machado no ano de 2017, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

O acusado de ser o mandante do crime, Lessandro Leal de Lima, foi absolvido das acusações pelo conselho de sentença do TJ, no mesmo processo em que Renner Fonseca participou.

O crime aconteceu no fim da tarde do dia 31 de maio de 2017, na rua Santa Etelvina, bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus, a mando de Lessandro Leal de Lima, sequestrou, torturou e matou Corina Maria Machado.

A vítima estava dormindo em sua casa quando foi surpreendida por Renner, que a fez inalar uma substância e a deixou inconsciente. Renner, então, teria enrolado a vítima em um edredom e colocado, ainda desacordada, em seu veículo.

Em seguida, o acusado levou a vítima para uma zona de mata, onde passou a torturá-la com agressões físicas e, por fim, estrangulou-a. O motivo do crime seria vingança, pelo fato de Lessandro Leal de Lima ter se envolvido em uma briga, dias antes, com o filho da vítima.

Com informações da assessoria do TJ-AM