Hospital 28 de Agosto será referência no tratamento de queimaduras no Amazonas

Foto: Reprodução Internet

O Centro de Tratamento de Queimados do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul de Manaus, vai ser também um Centro de Referência em Assistência a Queimados de Alta Complexidade do Amazonas. A medida foi aprovada, nessa semana, pela Comissão Intergestores Bipartite do Amazonas (CIB/AM).

Atualmente, o serviço é prestado de forma descentralizada no HPS 28 de Agosto e no Hospital e Pronto-Socorro da Criança (HPSC), na Zona Sul. Após a habilitação junto ao Ministério da Saúde (MS), será feita a unificação do atendimento para melhor organização da rede e otimização dos recursos humanos e materiais, de acordo com o relatório apresentado na CIB.

“A importância dessa habilitação para o 28 de Agosto é imensurável. Essa atividade no tratamento de queimados é importantíssima para a cidade, é referência para o estado, e nós queremos não somente manter o que está lá, mas ampliar. Lá já existe um atendimento específico para adulto, mas queremos ampliar, inclusive, para atendimento a crianças”, explicou o secretário interino da Susam, Marcellus Campêlo.

Financiamento

Durante a apresentação do remanejamento do recurso do Teto da Média e Alta Complexidade (MAC) para o município de Manaquiri, foi proposto um curso de capacitação para servidores dos 61 municípios do interior, com foco na alimentação dos sistemas de informação do MS para minimizar as perdas financeiras.

“Hoje os municípios recebem pelo teto que o MS estabelece, mas se nós compararmos a execução do que se faz, encontramos uma diferença muito grande. Então, toda a rede precisa buscar essa produtividade, porque o MS vem, ao longo dos meses, alertando que futuramente fará o repasse somente em função do faturamento, e não pelo teto”, esclareceu o secretário.

Pelo planejamento, no período de 3 a 7 de agosto, será realizada uma videoconferência com os diretores das unidades do interior para ressaltar a importância do treinamento, que resulta na diminuição de glosas e aumento da captação de recursos. Já no período de 10 a 14 de agosto será realizado o treinamento presencial com dois representantes de cada município.

(*) Com informações da assessoria