Hospital Getúlio Vargas recebe reforço de bombeiros militares no combate da Covid-19

FOTO: Divulgação/CBMAM

Para enfrentar a alta demanda de pacientes infectados pelo novo coronavírus, o Hospital Universitário Getúlio Vargas conta, a partir desta quarta-feira, 13/01, com 120 bombeiros militares do quadro de saúde, pelo tempo que for necessário.

Uma equipe de profissionais provenientes do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) já iniciou hoje as atividades com uma visita técnica para conhecimento da estrutura, além de um levantamento das necessidades de equipamentos e materiais indispensáveis para o funcionamento de novos 20 leitos.

Ao todo, estarão à disposição do hospital universitário 24 oficiais médicos, 36 oficiais enfermeiros e 60 sargentos técnicos de enfermagem, transferidos da tenda de triagem do Hospital 28 de Agosto, da Policlínica Gilberto Mestrinho e do serviço de resgate do próprio Corpo de Bombeiros.

A disponibilização dos bombeiros militares é parte das ações do Comitê de Resposta Rápida aos Vírus Respiratórios, a fim de fortalecer o atendimento de vítimas da Covid-19, que se encontra em altos índices de incidência no Estado.

O Amazonas já acumula 5.810 mortes causadas pelo novo coronavírus e mais de 218 mil casos confirmados, além de superlotação de hospitais e cemitérios, e escassez do fornecimento de oxigênio a hospitais da capital.