Hospital João Lúcio: falta remédio, falta equipamentos…e, nesse domingo, faltou até comida

Um funcionário do Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, entrou em contato com o Radar, pra contar que a falta de estrutura naquela unidade de saúde do Estado está chegando a um ponto crítico. Nesse domingo, 25 de março, não tinha sequer comida para os pacientes internados e servidores do hospital já que os funcionários da cozinha não foram trabalhar porque estão com salários atrasados há cinco meses.

“Aqui falta tudo e agora falta até comida. Não bastava faltar medicamento, não ter como fazer exame, agora não tem quem faça a comida porque o pessoal da cozinha está sem receber os salários há meses”, conta o funcionário, acrescentando que está cada vez mais difícil trabalhar no hospital e que os próprios funcionários chegam a fazer cota – os que não estão com salários atrasados – para atender algumas necessidades de pacientes do hospital.

“A gente fica com pena de certos pacientes, principalmente os que vêm do interior do Estado, praticamente com a roupa do corpo. Eles não têm condições de comprar nada, como no caso dos fraldões, por exemplo. Ai cada um dá o pouco que tem pra ajudar”, conta o funcionário em tom de indignação.

Nesse momento da conversa, pergunto cadê o diretor do hospital para dar uma solução pra essas situações. “E você acha que ele fica aqui final de semana?”, diz o funcionário, arrematando: “Deve estar em casa descansando. E a gente é que dê um jeito nisso”.

Minutos depois da conversa com o funcionário pelo telefone, ficamos sabendo que funcionários da limpeza do hospital estão sendo improvisados na cozinha pra que possa ser feito alguma coisa para os pacientes comerem.