Idoso fica 191 dias internado com Covid, recebe alta e uma dívida de R$ 2,6 milhões de hospital particular

Idoso fica 191 dias internado com Covid, recebe alta e uma dívida de R$ 2,6 milhões de hospital particular

Um idoso de 72 anos recebeu alta do Hospital São Camilo, na zona norte de São Paulo, na segunda-feira (4), após ficar 191 dias internado por conta da Covid-19, sendo 100 deles intubado. Mas outra coisa que chamou atenção foi a dívida que ele deixou na unidade: R$ 2,6 milhões. As informações são do g1.

Carlos Massatoshi Higa foi internado no dia 27 de março, mas não havia vagas pelo Sistema Único de Saúde em hospitais públicos, segundo sua filha, Juliana Suyama Higa.

“Meu pai foi internado no dia 27 de março. Foi bem naquela época em que teve um boom de internações por causa da variante de Manaus e faltou vaga em hospital público. Faltava até medicamento para intubação. No desespero, fomos direto para o particular”, disse a filha de Seu Carlos ao g1.

Dono de uma banca de jornal, ele havia acabado de tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 quando contraiu a doença, mas seu quadro se complicou e a dívida com o hospital acabou virando uma bola de neve.

“Ele ficou quatro meses na UTI e, quando voltou apra o quarto, teve duas convulsões e um AVC, e teve de voltar para a UTI. Saiu de novo dias depois, teve outra complicação e teve de voltar, e aí foi outra semana na UTI”, disse Juliana.

Ela conta que os médicos chegaram a desenganar Seu Carlos mais de uma vez. Após se recuperar e sair do hospital, ele agora precisa lidar com as sequelas da doença, como limitações na fala e nos movimentos.

A filha explica que ainda não sabe como irá arcar com a dívida e organizou uma vaquinha que já arrecadou mais de R$ 70 mil.