IMMU não diz quando vai providenciar sinalização em avenidas de Manaus e culpa chuva pelo problema

Por conta disso, carros, motos, caminhões e ônibus acabam tendo que disputar espaço nas vias, potencializando acidentes e colocando a vida de condutores e pedestres em risco

Foto: Adriano Santos / Radar Amazônico

Após o Radar Amazônico cobrar um posicionamento do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) sobre várias avenidas da cidade que encontram-se sem sinalização adequada, o Instituto se manifestou através da assessoria de comunicação, mas não deixou claro sobre quando esse problema será resolvido.

Em nota enviada à reportagem, o IMMU ainda atribuiu a demora na implantação das sinalizações ao período de chuva.

“Os trabalhos de sinalização já começaram na Torquato e Nilton Lins, entretanto a realização da sinalização depende do clima na cidade. Com as chuvas constantes, os trabalhos tiveram uma pausa durante alguns dias, pois o asfalto deve estar plenamente seco para receber a tinta.”, diz trecho da resposta.

Na manhã de ontem (24) o Radar esteve nas avenidas Torquato Tapajós e Torres. No local, a reportagem constatou que vários trechos das duas avenidas estão sem sinalização vísível, demarcadas apenas com pontilhados de tinta branca. Por conta disso, carros, motos, caminhões e ônibus acabam tendo que disputar espaço nas vias, potencializando acidentes e colocando a vida de condutores e pedestres em risco.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) também foi questionada pela reportagem sobre a situação das calçadas e rampas de acesso para usuários de cadeiras de rodas. Em nota, a secretaria também não informou quando vai resolver o problema, disse apenas que “encaminhou ao setor responsável para que a equipe técnica faça a vistoria”.