Implantação do serviço de Nefrologia amplia capacidade de atendimentos no HUGV

00 Foto: Divulgação.

A implantação do serviço de Nefrologia do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), em Manaus, ampliou a capacidade de atendimento à população, especialmente pacientes de hemodiálise, de média e alta complexidade. A nova estrutura do serviço de diálise do hospital foi entregue na última semana pelo ministro da Educação, Rossieli Soares.

“Temos uma falta absoluta de vagas de atendimento para hemodiálise no Norte do país, não só no Amazonas. Para as muitas pessoas que estão esperando na fila para atendimento, muitas vezes tendo que recorrer a outros Estados, ter essa estrutura à disposição é muito importante. Além disso, vamos formar mais pessoas para trabalhar na Saúde, sejam médicos ou enfermeiros, que poderão ter uma formação melhor”, disse o ministro.

Funcionamento

O Serviço de Nefrologia vai funcionar na torre dois do novo prédio do HUGV. A construção do novo prédio está orçada em R$ 37 milhões, que já foram parcialmente liberados. Além da nefrologia, o local também terá laboratório, farmácia, salas de aula e setores administrativos. Mais de 37% da obra já foram executados. O término está previsto para setembro de 2019. Este ano, foram liberados R$ 14,4 milhões para a conclusão da obra.

Serão 18 pontos de hemodiálise – atualmente, o hospital opera com 12 pontos. A unidade terá capacidade para até 30 máquinas, duplicando a capacidade de filtração da água (osmose). Com o início de funcionamento do novo setor, o HUGV vai tentar viabilizar sua entrada no programa de transplante renal. A previsão é de que em 25 dias o atendimento seja iniciado.

Com informações do Ministério da Educação.