Industriário é condenado a 10 anos de prisão por estupro de vulnerável

Polícia Civil do Amazonas prende industriário condenado a 10 anos de prisão por estupro de vulnerável

Foto:Divulgação

Um industriário de 37 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (10) pela prática do crime de estupro de vulnerável, ocorrido em 2015. A vítima é uma menina que, na época do delito, tinha 10 anos e era enteada do autor. A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu mandado de prisão em razão de sentença condenatória. A ação policial ocorreu no bairro Distrito Industrial, zona leste da capital.

De acordo com o delegado Marcos Arruda, titular do 1º DIP, o abuso sexual ocorreu em ambiente doméstico, no bairro Cachoerinha, zona sul da cidade, onde o indivíduo residia juntamente com a mãe da vítima, com quem ele mantinha uma união estável.

“A genitora da menina tomou conhecimento do abuso ainda no ano de 2015, e efetuou a denúncia do fato”, comentou o delegado.

A ordem judicial em nome do homem foi expedida no dia 3 de maio deste ano, pelo juiz Ian Andrezzo Dutra, da 1ª Vara Especializada em Crimes contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes. Sendo assim, as equipes seguiram em diligências e conseguiram efetuar a prisão dele, em seu local de trabalho, no bairro Distrito Industrial.

Procedimentos

O industriário foi condenado a 10 anos de reclusão em regime fechado pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) para audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

(*) Com informações da PC-AM