Inscrições para premiações de roteiros focados em protagonismo feminino encerram em maio

O Cabíria Prêmio de Roteiro e o Cabíria LAB são, a partir de 2022, projetos independentes, mas com o mesmo propósito: incentivar o protagonismo feminino no audiovisual

Foto: Divulgação

O Cabíria Prêmio de Roteiro e o Cabíria LAB são, a partir de 2022, projetos independentes, mas com o mesmo propósito: incentivar o protagonismo feminino no audiovisual. Suas inscrições estão abertas até 1º de maio pelo site. Esta será a 7ª edição do Prêmio Cabíria, iniciativa dedicada à valorização da autoria de roteiristas autoidentificadas mulheres e histórias com protagonismo feminino na diversidade de sua expressão.

Em 2022, o Prêmio retoma a sua gênese e será destinado exclusivamente à categoria de longa-metragem de ficção. As premiações são diversas, entre elas soma em dinheiro, consultorias, bolsas e/ou descontos em cursos, além do passaporte para a Rede de Talentos do Projeto Paradiso, instituição que investe em formação profissional, geração de conhecimento e impulsionamento de talentos do audiovisual.

Os roteiros e/ou projetos inscritos nas duas chamadas – Prêmio e LAB – precisam ter ao menos uma protagonista feminina e ser de autoria de roteiristas autoidentificadas mulheres, podendo ser em coautoria com pessoa(s) de identidade(s) e expressões de gênero diversas. A temática é livre.

Os resultados do Prêmio e do LAB serão divulgados entre junho e julho e suas realizações se darão no âmbito do Cabíria Festival Audiovisual. Em sua quarta edição, o evento será realizado no segundo semestre de 2022, com data e formato ainda em definição.

Para tirar dúvidas e estimular as inscrições, estão disponíveis no canal do Youtube do festival uma série de masterclass acerca de cada categoria, reunindo nomes como Alice Marcone, Ana do Carmo e Renata Mizrahi.

Até 01 de maio será cobrada a tarifa regular de R$90. Roteiristas mulheres PcD, negras, indígenas e pessoas trans poderão requisitar gratuidade nas inscrições, mediante formulário simplificado de autodeclaração, conforme regulamento.

A diretora-executiva do Projeto Paradiso, iniciativa filantrópica de apoio ao audiovisual do Instituto Olga Rabinovich Josephine Bourgois afirmou, por meio de assessoria: “Para o Projeto Paradiso é muito bom estar novamente ao lado do Cabíria, um prêmio e um evento (Cabíria Festival) que nos ajuda a reconhecer e valorizar o talento das roteiristas brasileiras”.

 

(!) Com informações de assessoria.