Insumos para produção de 12 milhões de vacinas chegam ao Rio

Rmessa, que veio da China, será encaminhada para a Fiocruz REUTERS/YVES HERMAN-18/03/2021

Rmessa, que veio da China, será encaminhada para a Fiocruz
REUTERS/YVES HERMAN-18/03/2021

O novo lote de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) para a produção de 12 milhões de doses de vacinas Oxford/AstraZeneca contra a covid-19chegou ao Brasil na tarde deste sábado (22), no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ).

A remessa, que veio da China, será encaminhada para a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, onde serão produzidas as doses do imunizante.

A chegada do carregamento permitirá que a fundação retome, na próxima terça-feira (25), a produção das vacinas, que havia sido paralisada na última quinta (20) devido à falta de insumos.

A Fiocruz entregou ao PNI (Programa Nacional de Imunizações), nesta sexta-feira (21), mais 6,1 milhões de doses, chegando a 41,1 milhões de vacinas enviadas ao Ministério da Saúde. Outras 4,9 milhões serão enviadas na próxima semana e mais 5,1 milhões em 5 de junho.

Até o final de junho, a previsão da fundação é que 100,4 milhões de doses sejam entregues.