Inter tenta repetir nas oitavas a força imposta ao Olimpia na fase de grupos

Divulgação

O Internacional vai tentar repetir nas oitavas de final da Copa Libertadores a força imposta ao Olimpia na fase de grupos. Os dois times se enfrentam pela terceira vez nesta edição da principal competição sul-americana de clubes, nesta quinta-feira, às 21h30, em Assunção.

Nas duas primeiras o time gaúcho venceu em ambas as oportunidades. Em Porto Alegre, uma goleada impressionante por 6 a 1, enquanto no Paraguai o triunfo por 1 a 0. Na época, o treinador era o espanhol Miguel Ángel Ramírez, que não suportou a irregularidade da equipe e acabou substituído pelo uruguaio Diego Aguirre.

O elenco adotou uma postura de respeito ao adversário e esquecimento pelos resultados obtidos recentemente. Taison, com dores no tornozelo direito, está fora e sua vaga é disputado por Boschilia e Palacios. Com lesão muscular, Renzo Saravia vai ficar fora do time por um mês e, com isso, a função na lateral-direita será exercida por Heitor.

O único setor com todos os titulares é a zaga, que será formada pela dupla Bruno Méndez e Víctor Cuesta, com bela atuação no Gre-Nal do fim de semana pelo Campeonato Brasileiro.

Olímpia, dirigido pelo também por um uruguaio (Sergio Órteman), está reforçado com o argentino Víctor Salazar. Já William Mendieta, voltando depois de uma temporada no futebol mexicano, e o uruguaio Agustín Ale, devem ficar como opção no banco de reservas.

Órteman aposta no oportunismo de Isidro Pitta e na criatividade de Derlis, pois não poderá contar com o veterano Roque Santa Cruz, contundido.