Investigado por ‘rachadinha’, Fabrício Queiroz vai às ruas apoiar Bolsonaro

Fabrício Queiroz responde em liberdade denúncia na Justiça por ser operador financeiro do senador Flávio Bolsonaro em esquema conhecido como rachadinha

 

O policial militar reformado Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Patriotas/RJ), apontado em denúncia à Justiça como operador financeiro do filho do presidente no ‘esquema das rachadinhas’, participou nesta terça-feira, 7 de setembro, da manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro, no Rio de janeiro.

Foragido da Justiça após a denúncia, no final do ano passado,  contra o senador de enriquecimento ilícito com dinheiro público, por meio de apropriação indébita de salário de assessores parlamentares, conduta conhecida como ‘esquema da rachadinha, Queiroz chegou a ficar detido em um presídio e depois em prisão domiciliar.

Hoje, o ex-policial aguarda em liberdade o julgamento da Justiça. Na denúncia contra Flávio Bolsonaro, Queiroz é apontado como operador financeiro do ‘esquema da rachadinha’ do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, na Assembleia Legislativa do Estado o Rio de janeiro.

Fotos em redes sociais

As fotos de Queiroz neste 7 de setembro foram publicadas em redes sociais. Em uma delas, ele aparece de camisa do Brasil ao lado do filho Felipe, a caminho de ato em apoio a Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Há duas semanas, o ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça, suspendeu a análise da denúncia contra o senador a pedido da defesa de Queiroz. A decisão precisa ser validada pelo plenário do STJ e cabe recurso ao Supremo Tribunal de Justiça.