Invicto como visitante, Corinthians encara Chape para encerrar sequência negativa

Getty

O Corinthians enfrenta a Chapecoense nesta quinta-feira, às 21 horas, com dois desafios em mente: melhorar o desempenho ofensivo e encerrar a sequência de três empates no Brasileirão. Para isso, aposta no forte sistema defensivo, a grande virtude da equipe de Sylvinho no campeonato, e também nos bons resultados conquistados como visitante. O jogo na Arena Condá, em Chapecó, diante de um rival que ainda não venceu e está afundado na zona de rebaixamento, encerra a décima rodada.

O Corinthians vem de empates com Fluminense, São Paulo e Internacional, soma 11 pontos em 27 disputados e figura na segunda parte da tabela, fora, no momento, até da zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Jô reconhece que os tropeços incomodam a equipe. “A gente teve dois jogos em casa e não foi o que a gente imaginava. Devíamos ter feito de quatro a seis pontos e deixamos escapar, acabamos empatando as duas e agora temos de buscar esses pontos fora”, afirmou.

A ideia é buscar fora os pontos que perdeu na Neo Química Arena, onde tem decepcionado. Jogar como visitante, aliás, tem sido bom. Nessa condição, o time alvinegro ainda não foi derrotado no torneio. Ganhou do América-MG e empatou com Palmeiras, Bahia e Fluminense. Somou 50% dos pontos longe de Itaquera. “Já tive oportunidade de jogar lá e é um time que tem muita força. Temos de ir com cautela, mas buscar os pontos para não ficar para trás na classificação”, ressaltou Jô.

Uma das qualidades do Corinthians no Brasileirão é a atuação defensiva. A zaga, formada pelo jovem João Victor e o veterano Gil, só levou sete gols em nove partidas. “Vamos brigar lá em cima”, prometeu o confiante João Victor. “Depois vocês vão ver onde vamos terminar o campeonato.”

Além da Chapecoense, o Corinthians ainda visita o Fortaleza no domingo e a ordem é somar pelo menos quatro pontos. Sylvinho utilizou os últimos treinamentos para tentar aperfeiçoar a produção ofensiva e deve promover o retorno de Gabriel no lugar do suspenso Roni.

Entre os relacionados, as novidades são dois garotos: o lateral-direito Matheus Alexandre, de 22 anos, que jogou o Paulistão pela Inter de Limeira, e o volante Du Queiroz, de 21 anos, do time sub-23. O atacante Léo Natel segue em transição com a preparação física e ainda é desfalque.

CHAPECOENSE – Em busca da primeira vitória no Brasileirão, a Chapecoense tem um desfalque certo para o duelo desta quinta-feira. O técnico Jair Ventura não poderá contar com o zagueiro Derlan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No entanto, por outro lado, terá o retorno de Ignacio, este não atuou contra o Bahia por questões contratuais.

Esta não deverá ser a única mudança de Jair Ventura. Ele apostará em peças novas para enfim desencantar. Não seria uma surpresa se Felipe Baxola e Geuvânio iniciassem o duelo entre os titulares. Kaio Nunes e Fernandinho deixariam o time.

O treinador optou por fazer vários testes durante a semana para tentar achar a formação ideal. Há ainda a possibilidade de Anselmo Ramon atuar ao lado de Perotti, mas está um pouco mais remota. A decisão ficará para minutos antes de a bola rolar. “Clima de muita cobrança. Nos cobramos muito internamente por conta da vitória ainda não ter acontecido. A situação está complicada e precisamos vencer. Eu trocaria as minhas boas atuações por vitórias”, disse o goleiro João Paulo.

A Chapecoense entra na rodada com apenas quatro pontos, dentro da zona de rebaixamento. Na última rodada, perdeu para o Bahia por 2 a 0.