Irmã de Amber Heard sempre tentou reconciliá-la com Johnny Depp

Foto: divulgação

O julgamento entre Amber Heard e Johnny Depp deve continuar até 27 de maio, segundo o jornal “The New York Post”, e no dia 17 da audiência, subiu ao estrado a irmã da atriz, Whitney Henriquez, para depor a seu favor, e contou que todos amavam Depp na família, porque Amber estava completamente apaixonada por ele.

“Francamente, todos nós nos apaixonamos por ele, no começo”, disse ela no tribunal.

“Nunca tinha visto minha irmã se apaixonar tanto por alguém”, contou, ao mesmo tempo em que revelou que com o passar do tempo e o abuso de substâncias, o ator mudou bastante e isso sempre provocava brigas entre Amber e Johnny.

“No começo, Amber era Amber, ela era barulhenta, engraçada, divertida, ria muito, era feliz, alegre, amorosa cercada de amigos, mas depois ela parou de dormir, [não era] tão sociável”, completou, acrescentando que Depp passou a ser um homem ‘controlador’ a ponto de decidir as roupas que sua irmã deveria usar ou a maneira como deveria pentear o cabelo.

Whitney também disse que foi testemunha das diversas vezes que viu o ator completamente chapado, e referiu-se a um dia em que ele brincou em colocar um de seus cachorros no microondas.

Um momento interessante de suas declarações foi quem, embora ela fala das agressões do ex-cunhado com sua irmã, ela sempre tentou reconciliar os dois. Henriquez também confirmou que Amber bateu em Depp em mais de uma ocasião.

Traição

O julgamento entre Johnny Depp e Amber Heard continua a todo vapor nos EUA, e o depoimento mais recente da atriz de “Aquaman” vem dando muito o que falar, contendo informações importantíssimas a respeito da relação entre os dois artistas.

Em dado momento, durante uma abatina feita pela advogada de Depp, Camille Vasquez, Amber recebeu diversas perguntas a respeito da ordem de restrição temporária que ela pediu em 2016, que a atriz afirmou estar na época “desmoronando” e com dificuldades para dormir.

Foi então que a profissional quis saber se Heard “se sentiu confortável com James Franco na noite de 22 de maio de 2016”. Vale lembrar que o ator de “127 Horas” teria sido o suposto pivô de algumas brigas e agressões entre o casal.

A intérprete de Mera então respondeu: “Não sei quando James Veio”. Camille então reproduziu algumas imagens feitas pelas câmeras de segurança do elevador do local em que Amber Heard morava, mostrando-a com Franco se encontrando.

O registro confirma data mencionada de 22 de maio de 2016, acrescentando o horário de 23h. O impacto da data? Ser um dia antes de Amber Heard pedir o divórcio contra Johnny Depp.

Após as imagens serem exibidas, a atriz confirmou: “É onde eu morava, sim”, além de garantir que ela é uma amiga íntima de James Franco, com quem atuou junto em dois filmes.