Irmão de Coronel Menezes deve assumir comando geral da PMAM no lugar de Ayrton Norte

Ayrton Norte deixou o comando da PMAM para disputar as eleições suplementares de Coari

Foto: Divulgação

No último final de semana, o comandante geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Ayrtor Ferreira Norte foi exonerado do cargo para concorrer à vice-prefeito na chapa do candidato Robson Tiradentes (PSC) para as eleições de Coari (município localizado a 363 quilômetros de distância da capital).

Com a saída de Ayrton Norte, quem deve assumir a pasta é o subcomandante da PMAM, coronel Jerry Menezes. Ele é irmão do ex-superintendente da Zona Franca de Manaus, Coronel Alfredo Menezes (Patriotas).

A nomeação de Jerry para um cargo de liderança do governo indica uma possível aliança política entre o governador Wilson Lima (PSC) e o Coronel Menezes.

Até a publicação desta matéria a nomeação de Jerry ainda não havia sido publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). O Radar Amazônico entrou em contato com a PMAM, mas ninguém se manifestou sobre o assunto.

Poucas chances

As eleições suplementares de Coari estão marcadas para acontecer no próximo dia 5 de dezembro. Vale lembrar que no último sábado (30) aconteceram as convenções dos três principais candidatos ao próximo pleito.

O Partido Progressista (PP) lançou Keitton Pinheiro para prefeito e Edilson Lima (Republicanos) como vice. Já o Partido Social Cristão (PSC) confirmou Robson Tiradentes e Ayrton Norte para a disputa. O Partido Liberal (PL) escolheu Zé Henrique, juntamente com o vice Orlando Nascimento (Avante) para concorrer as eleições.

As convenções aconteceram de forma simultânea e mostraram poucas chances de Robson Tiradentes ganhar o pleito. Isso porque dos três candidatos confirmados, a convenção dele foi a menos popular. O evento murcho sequer conseguiu encher a quadra de uma escola pública do município.

Por outro lado, a convenção de Keitton Pinheiro, foi marcada pelo apoio massivo dos coarienses, que, em clima de festa, lotaram o Ginásio Geraldo Granjeiro.