Irmão de igreja de Davi Almeida perde reeleição pra vereador, mas ganha cargo de diretor na Assembleia

Por quatro anos, Walfran de Souza Torres (PTN) foi um dos vereadores da Câmara Municipal de Manaus, onde também era vice-líder do prefeito, Artur Neto (PSDB). Ele não conseguiu se reeleger nas eleições municipais do ano passado, já que teve apenas 2.650 votos. Mas, apesar de ter perdido nas urnas, o agora ex-vereador, ganhou um cargo de diretor na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam).

Para chegar ao cargo de direção de um dos setores da Assembleia Legislativa, dizem que o principal requisito “curricular” do ex-vereador é ser irmão de igreja do atual presidente da Casa, deputado Davi Almeida (PSD). Walfran Torres está nomeado no Diário Oficial Eletrônico, edição 822, datado do dia 01 de fevereiro de 2017, mesmo dia em que Davi Almeida foi empossado como presidente do Legislativo estadual (ver Diário Oficial no final da matéria).

O cargo para o qual o ex-vereador foi nomeado é de Diretor de Serviços Gerais – será que ele um dia já pegou numa vassoura ou num rodo, ou já fez serviço de limpeza, hein meu povo? Com a mudança de cargo, de vereador para diretor de serviços gerais, Walfran Torres não terá quase nenhuma perda salarial, quem sabe pode até ter ganho, afinal as informações que o Radar conseguiu captar dão conta de que os salários de diretoria, na Aleam, giram em torno de R$ 14 mil – o salário de um vereador é de R$ 15 mil.

Mas, há quem diga, que diretores da Assembleia chegam a ganhar bem mais do que esse valor, com os chamados “privilégios” – falam até de uma diretora que receberá proventos de R$ 27 mil, mas isso já é outra história pro Radar checar, né gente? Fontes do Radar dizem que os presidentes da Casa, “inventam” um benefício dali, ou uma gratificação de acolá e o salário chega a níveis de desembargador – será?

E tem mais um fato a se questionar nessa história: tem gente garantindo que o ex-vereador ainda não foi visto por lá sequer fazendo uma visitinha, que dirá inspecionando limpeza de banheiro e de gabinete de deputado.

E numa dessas ironias do destino, o mesmo Walfran Torres que vai ganhar um “gordo” salário com dinheiro público, enquanto esteve vereador foi presidente da Comissão de Ética – conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo. (Any Margareth)

Clique na imagem para ampliar