Japão registra 1º caso de Covid relacionado ao revezamento da tocha olímpica

Revezamento de tocha olimpica em Tokyo

Kim Kyung-Hoon/ Reuters

Um policial que trabalhou no revezamento da tocha olímpica no Japão se tornou a primeira pessoa com participação no evento a ser diagnosticado com Covid-19, disseram os organizadores nesta quinta-feira (22).

Um homem na casa dos 30 anos apresentou teste positivo para o coronavírus depois de trabalhar na perna do revezamento da chama de Tóquio-2020 realizada na prefeitura de Kagawa.

O policial, que dirigiu o trânsito na cidade de Naoshima no sábado (17), teve febre no domingo, informou o jornal Asahi, citando organizadores e a polícia municipal. O homem usava máscara e não teve contato com os corredores, conforme o relato.

O apoio popular aos Jogos na data programada não passa de 30%, de acordo com pesquisas de opinião recentes, em meio à preocupação de que o evento agravará as infecções por Covid-19, agora atingindo o país em uma quarta onda.

O governo do Japão deve declarar novo estado de emergência nos principais centros populacionais de Tóquio e Osaka nesta semana.

Os Jogos, já atrasados ​​em um ano, devem começar em 92 dias. Oficiais olímpicos e do governo dizem que qualquer adiamento ou o cancelamento estão fora de questão.