“Quem rouba dinheiro do povo assina contrato com demônio e vai para o inferno”, diz Josué sobre Wilson Lima

Foto: Divulgação

Cobrando que o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), libere emendas impositivas, o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), Josué Neto (PRTB), disse que vai entrar com uma ação no Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM). Josué, em seu pronunciamento no plenário Ruy Araújo, na sessão desta quarta-feira (25), acusou o governador de roubar e praticar inconstitucionalidade por vetar a liberação das emendas.

Josué disse que ele, assim como outros deputados, está passando pela mesma situação, de ter as emendas impositivas travadas por parte do governo estadual.

“Vou entrar com uma ação no Ministério Público, e aonde for preciso, para cobrar este governador. A emenda impositiva não é uma instituição partidária, ela não é uma instituição política, ela é uma ferramenta institucional, constitucional. O governador além de roubar o Estado, ele pratica inconstitucionalidade, por isso vou entrar com a ação, acreditando na imparcialidade do MP”, disse Josué.

O presidente da Aleam se baseou no discurso do deputado Belarmino Lins (Progressistas), que declarou ter dificuldades para liberar suas emendas junto ao governo do Estado.

“Não foi só o deputado Belarmino. Em 2019, dos R$ 6,5 milhões destinados às minhas emendas impositivas, apenas R$ 2,1 milhões foram aplicadas. Em 2020, dos R$ 6,9 milhões da qual a cota parlamentar de emenda impositiva a que cada deputado estadual tem direito, apenas R$ 4,5 milhões foram executados, cerca de 65%”, disse o presidente.

“Para o inferno”

Finalizando seu discurso fervoroso contra o governador Wilson Lima, Josué pediu para que os deputados ‘não entreguem’ a Assembleia nas mãos do governante. O parlamentar ainda afirmou que Lima “vai para o inferno”.

“Ele pensa que é governador para a vida inteira, mas não é. A justiça será feita e será realidade em breve. Se os deputados entregarem esta casa nas mãos dele, ele traz a Polícia Federal para dentro desta casa, como fez nas secretarias de seu governo, parece até que a PF é uma instituição do governo. O ‘govergonha’ é corrupto, ele não rouba o dinheiro da saúde, ele rouba a vida do povo do Amazonas. E quem rouba dinheiro do povo assina contrato com demônio e vai para o inferno. Ele está matando gente e vai para o inferno. Não entreguem esta casa na mão de um mafioso, esta casa tem que ter responsabilidade. Este é o pior governo da história do Amazonas”, finalizou.